Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Mecânica

Precisamos começar a projetar as ruas e estradas aéreas do futuro

Redação do Site Inovação Tecnológica - 29/06/2020

Precisamos começar a projetar as ruas e estradas aéreas do futuro
Ainda teremos carros circulando por décadas, mas o trânsito promete ir cada vez mais do solo para o ar.
[Imagem: Saul Ajuria Fernandez]

Veículos voadores

Os carros voadores sempre foram uma esquisitice relegada a reportagens em revistas de curiosidades - pelo menos até agora.

Com investimentos maciços recentes na área, essa má-fama pode começar a mudar.

Os criadores dessa nova geração preferem chamá-los de "veículos aéreos pessoais", talvez para fugir da pecha ou do mau agouro.

E há outra estrela no time: os drones, que passaram rapidamente de brinquedos a veículos capazes de entregar pequenos pacotes, levando muitos a apostar que não são os carros que vão voar, são os drones que se tornarão capazes de carregar humanos.

De uma forma ou de outra, alguns planejadores já começam a se preocupar com o fato de que as ruas e estradas poderão igualmente ter que sair do solo.

"A tecnologia chegou antes que a sociedade estivesse pronta. É bastante utópico em um sentido, mas precisamos descobrir como realmente a utilizamos e em benefício de quem," alerta o professor Paul Cureton, da Universidade de Lancaster, no Reino Unido.

Infraestrutura para uma frota aérea

O professor Cureton não está interessado tanto no desenvolvimento dos veículos voadores quanto na preparação da infraestrutura para recebê-los.

Para isso, ele liderou um grupo multi-institucional que se dispôs a estudar como a sociedade deve se preparar para receber os veículos aéreos pessoais (VAPs) e os veículos aéreos não-tripulados (VANTs).

As principais conclusões do estudo incluem:

  • A arquitetura, a infraestrutura e o setor residencial devem ser adaptados para acomodar a entrega de drones e os VAPs, com locais de aterrissagem no telhado, "espaçoportos" mini-aeroportos e colmeias de drones, que formarão um conjunto de bases logísticas.
  • As entregas usando drones e os VAPs exigirão todo um sistema de gerenciamento, legislação e política de tráfego aéreo urbano.
  • Uma inteligência artificial para drones mapeará nossas cidades, monitorará o público e auxiliará na gestão ambiental.
  • Os drones serão integrados ao setor da construção civil para levantamentos, monitoramento e também serão utilizados como dispositivos robóticos nas obras.
  • Os dados que os drones coletam serão críticos na criação de réplicas virtuais das cidades, contribuindo para uma função essencial do gerenciamento urbano das cidades inteligentes.
  • Os drones funcionarão como importantes dispositivos de monitoramento ambiental e ferramentas-chave para combater as mudanças climáticas ao ajudar a monitorar a poluição.

Devido à amplitude das análises, que cobriu inclusive a checagem das futurologias com cenários descritos na ficção científica, a equipe espera publicar a pesquisa na forma de um livro.






Outras notícias sobre:
  • Desenvolvimento Sustentável
  • Veículos Híbridos e Elétricos
  • Aviões
  • Veículos

Mais tópicos