Plantão

Robô chinês pousa com sucesso na Lua

Com informações da BBC e Xinhua - 15/12/2013

Robô chinês pousa com sucesso na Lua
O robô espacial chinês Yutu, fotografado a partir de seu módulo de pouso.[Imagem: Xinhua]

Coelho de Jade

A China anunciou que seu robô YuTu pousou com sucesso na Lua.

Este é o primeiro pouso controlado e suave na Lua em 37 anos.

A sonda aterrissou em uma região da Lua chamada Baía do Arco-Íris, um platô de origem provavelmente vulcânica e bastante liso, sem a presença de grandes rochas.

Segundo os astrônomos chineses, a missão tem como objetivo avaliar novas tecnologias e coletar dados científicos.

"O programa nuclear chinês é um importante componente dos esforços da humanidade para explorar o espaço de forma pacífica", disse o engenheiro espacial Sun Huixian, do programa espacial chinês.

O robô lunar chinês deverá operar na Lua por um ano.

Depois disso, uma nova missão para trazer amostras do solo lunar está prevista para 2017. E isso pode definir o cenário das novas missões espaciais.

Posicionamento estratégico

Mas para analistas políticos, da mesma forma que a corrida espacial foi usada anteriormente por EUA e a antiga União Soviética, a missão chinesa também tem como objetivo reafirmar o papel da China como potência emergente no mundo.

Para Dean Cheng, pesquisador da Heritage Foundation, um centro de estudos em Washington, nos Estados Unidos, o programa aeroespacial da China é uma mostra aos próprios chineses de que eles estão capacitados para empreender todo tipo de projeto, inclusive no espaço.

"A China está dizendo: 'Estamos fazendo algo que apenas dois países fizeram antes, os Estados Unidos e a União Soviética", disse Cheng.

Segundo o analista, a China pode lucrar com a missão ao se vender como uma plataforma para lançamentos espaciais para fins comerciais.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas