Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Meio ambiente

Teoria do aquecimento global pode ter errado na interpretação das nuvens

Phil Gentry - 12/08/2008

Teoria do aquecimento global pode ter errado na interpretação das nuvens

[Imagem: Ronald L. Holle/U.of Illinois]

Especialistas em climatologia concordam que a gravidade dos efeitos antropogênicos - causados pela ação do homem - sobre o aquecimento global depende grandemente de como as nuvens respondem no sistema climático à pequena tendência de aquecimento causada pelo dióxido de carbono que a humanidade produz.

Para calcular isto, os pesquisadores do clima examinam flutuações naturais nas nuvens e na temperatura, ano a ano, para estimar como as nuvens irão responder à produção humana de gases causadores do efeito estufa.

Inversão entre causa e efeito

Quando os pesquisadores observam alterações naturais nas nuvens e na temperatura, tradicionalmente eles têm assumido que a alteração na temperatura faz com que as nuvens mudem, e não ao contrário.

Na medida que as mudanças nas nuvens realmente fazem a temperatura se alterar, isto pode em última instância levar a superestimativas de quão sensível o clima da Terra é em relação às nossas emissões de gases causadores do efeito estufa.

Esta mistura aparentemente simples entre causa e efeito é a base de um novo artigo que será publicado no periódico científico "Journal of Climate."

Exagero nas estimativas do aquecimento global

O principal autor do artigo, Dr. Roy W. Spencer, pesquisador da Universidade do Alabama, nos Estados Unidos, acredita que o trabalho é o primeiro passo para demonstrar porque os modelos climáticos resultam em um aquecimento global exagerado.

Spencer e seu co-autor, William Braswell, utilizaram um modelo climático simples para demonstrar que algo aparentemente tão inócuo quanto as variações diárias aleatórias na cobertura de nuvens podem causar uma variação anual na temperatura dos oceanos que parece ser - mas não é - um "feedback positivo das nuvens," um processo de ampliação do aquecimento que está presente em todos os principais modelos climáticos.

Validação científica de uma intuição

"Nosso artigo é um passo importante rumo à validação de uma intuição que muitos meteorologistas, como eu mesmo, vimos tendo ao longo dos anos," diz Spencer. "que o sistema climático é dominado por processos de estabilização, ao invés de processos de desestabilização - ou seja, feedback negativo ao invés de feedback positivo."

O artigo não refuta a teoria de que o aquecimento global está sendo causado pelo homem.

Em vez disso, ele oferece uma explicação alternativa para o que nós vemos no sistema climático, explicação esta que tem o potencial para reduzir grandemente as estimativas do impacto do ser humano sobre o clima da Terra.

Explicação alternativa

"Como as mudanças nas nuvens podem conceitualmente ser causadas por variações climáticas de longo prazo já conhecidas - tais como a Oscilação Decadal do Pacífico, o El Niño e a La Niña - uma parte, ou até mesmo a maior parte, do aquecimento global visto no último século pode ser devido simplesmente a variações naturais no sistema climático," diz Spencer.

Embora os dois revisores do artigo, ambos especialistas em modelos climáticos, tenham concordado que a questão é legítima, Spencer sabe que o novo artigo será controverso, com alguns argumentando que o impacto da inversão entre causa e efeito será pequeno.

"Mas nós não saberemos ao certo até que muito mais pesquisas sejam feitas," diz Spencer.

O que a natureza está tentando nos dizer

"Infelizmente, até agora não conseguimos descobrir uma forma de separar causa e efeito quando observamos a variabilidade climática natural. É por isto que a maioria dos especialistas em clima não gosta de pensar em termos de causalidade e, em vez disso, apenas examina como as nuvens e a temperatura variam juntas."

"Nosso trabalho me convenceu que causa e efeito realmente importam. Se nós tomarmos a causalidade de forma incorreta, isto poderá impactar enormemente nossa interpretação do que a natureza está tentando nos dizer."

Bibliografia:

Artigo: Potential Biases in Feedback Diagnosis from Observational Data: A Simple Model Demonstration
Autores: Roy W. Spencer, William D. Braswell
Revista: Journal of Climate
Data: 2008 early online release
DOI: 10.1175/2008JCLI2253.1






Outras notícias sobre:
  • Monitoramento Ambiental
  • Impactos sobre o Meio Ambiente
  • Simuladores
  • Sensores

Mais tópicos