Espaço

Vapor de água aumenta chances de vida na lua Europa de Júpiter
Por enquanto, esta é uma imagem de ficção, mas suficiente para deixar os cientistas entusiasmados com a existência de vida na lua Europa de Júpiter.[Imagem: NASA/ESA/K. Retherford/SWRI]

Vida em Europa

Imagens captadas pelo telescópio espacial Hubble mostraram um grande acúmulo de vapor de água nas proximidades do polo sul de Europa, uma das 64 luas do planeta Júpiter.

Descobertas anteriores já apontavam para a existência de um oceano localizado sob a crosta gelada de Europa.

Isso torna a lua Europa um dos alvos mais promissores para a busca por formas de vida similares às da Terra no Sistema Solar.

Não são propriamente gêiseres disparados para o espaço, mas os pesquisadores dizem ter identificado excessos de oxigênio e hidrogênio no polo sul da lua.

O espectrógrafo do Hubble detectou uma fraca luz ultravioleta de uma aurora, gerada pelo intenso campo magnético de Júpiter, perto do polo sul da lua.

Íons de oxigênio e hidrogênio produzem um brilho variável na aurora, deixando um sinal característico de moléculas de água que estão sendo quebradas por elétrons correndo ao longo das linhas do campo magnético.

Jatos não detectados

Vapor de água aumenta chances de vida na lua Europa de Júpiter
Isto foi o que os cientistas de fato encontraram - um excesso de vapor de água nas proximidades do polo sul da lua Europa. [Imagem: NASA/ESA/L. Roth/SWRI/University of Cologne]

Os pesquisadores não sabem ainda a origem do vapor de água, menos ainda se ele é gerado por jatos de água vindos de erupções na superfície.

Contudo, eles estão confiantes de que esta é a explicação mais provável.

"A explicação mais simples é que o vapor d'água emergiu do subterrâneo de Europa," afirmou o cientista Lorenz Roth, do instituto SWRI, nos Estados Unidos. "A descoberta significa que futuramente poderemos investigar diretamente a composição química do ambiente potencialmente habitável da lua Europa sem a perfuração das camadas de gelo."

A próxima missão a Júpiter está prevista para ser lançada em 2022.

Estudos anteriores já identificaram jatos de vapor d'água, estes sim, reais, emitidos pela lua Encélado, de Saturno.

Bibliografia:

Transient Water Vapor at Europa’s South Pole
Lorenz Roth, Joachim Saur, Kurt D. Retherford, Darrell F. Strobel, Paul D. Feldman, Melissa A. McGrath, Francis Nimmo
Science
Vol.: 343, Issue 6167, pp. 171-174
DOI: 10.1126/science.1247051




Outras notícias sobre:

    Mais Temas