Espaço

Huygens aterrissa em Titã, a misteriosa lua de Saturno

Redação do Site Inovação Tecnológica - 18/01/2005

Huygens aterrissa em Titã

Pouso na exolua

A sonda Huygens, da Agência Espacial Européia, aterrissou com sucesso na superfície de Titã, uma lua de Saturno constantemente coberta por uma densa camada de nuvens.

Uma sonda era a única forma de obter imagens que revelem exatamente como é e do que é formada a lua.

A sonda Huygens viajou conectada à sonda Cassini, da NASA. No último dia 25 de Dezembro ela foi liberada e, após viajar mais quatro milhões de quilômetros, entrou na atmosfera superior de Titã e iniciou sua descida.

Uma série de pára-quedas diminuiu a velocidade da sonda de 18.000 para 1.400 quilômetros por hora. A uma altitude de cerca de 160 quilômetros acima do solo da lua, a sonda expôs seus instrumentos, que incluíam um microfone que gravou os sons da atmosfera de Titã.

A uma altitude de 120 quilômetros, o pára-quedas principal foi substituído por outro menor, que levou a sonda até o solo.

Terra firme

Havia a possibilidade de que a sonda caísse em um lago, possivelmente de metano, já que é grande a concentração do gás na lua. Mas as fotos mostram claramente que a Huygens desceu em um local sólido, cercado por pequenas rochas.

O principal trabalho da sonda foi feito durante sua descida, incluindo uma série de fotografias a diversas altitudes. A foto acima mostra uma visão panorâmica de 360 graus, feita a uma altitude de 8 quilômetros.

Após descer, ela continuou transmitindo dados para a Cassini, que serviu como estação retransmissora para a Terra. As transmissões a partir da Huygens continuaram até que a Cassini saiu de seu alcance, mergulhando além do horizonte de Titã.

As baterias da Huygens já acabaram e não é mais possível contato com a sonda, que fez seu trabalho com absoluto sucesso.

Terra primitiva

Agora os cientistas se debruçarão por meses sobre os dados transmitidos, procurando desvendar os segredos da misteriosa lua de Saturno.

Como sua atmosfera é rica em nitrogênio, os cientistas acreditam que a lua pode conter muitos elementos que estavam presentes na Terra na época de sua formação.

Outras notícias sobre:

Mais Temas