Informática

Jogo de computador gratuito poderá render Prêmio Nobel de Medicina

Jogo de computador gratuito poderá render Prêmio Nobel de Medicina
Descobrir como as proteínas dobram-se em formatos específicos é um dos maiores desafios para os cientistas que procuram desvendar os segredos do funcionamento do corpo humano e até mesmo da própria vida. [Imagem: Divulgação]

Cientistas lançaram um jogo de computador cujos resultados poderão render um Prêmio Nobel de Medicina.

Em vez de derrotar monstros ou resgatar princesas, o novo jogo gratuito transforma em competição um dos maiores desafios da ciência atual: descobrir como se dá o processo de dobramento das proteínas.

Dobramento das proteínas

Descobrir como as proteínas dobram-se em formatos específicos é um dos maiores desafios para os cientistas que procuram desvendar os segredos do funcionamento do corpo humano e até mesmo da própria vida.

Esse processo está na base de mistérios biológicos, como o Mal de Alzheimer e o mecanismo de infecção do HIV.

Simuladores rodando em supercomputadores conseguem calcular todos os formatos possíveis de uma determinada proteína.

Mas, quando se fala de todas as proteínas, a tarefa de cálculo matemático é tão grande que mesmo todos os supercomputadores da Terra juntos levariam séculos para resolvê-la.

Usando a intuição

"Há muitas possibilidades para que o computador explore cada uma delas," diz o professor David Baker, da Universidade de Washington, nos Estados Unidos. Ele faz parte da equipe que criou o jogo FoldIt (dobre-as, numa referência às proteínas), que pode ser baixado gratuitamente.

"As pessoas, usando a sua intuição, poderão ser capazes de encontrar o caminho para a resposta correta muito mais rapidamente," afirma Baker.

Videogame científico

Segundo os pesquisadores, cerca de 20 minutos de treinamento são suficientes para que se possa começar a jogar seriamente o FoldIt. Mesmo experimentando a sensação de um jogo, as pessoas estarão na verdade clicando em nome da ciência, afirmam eles.

"Estamos, cheios de esperança, mudando a forma como a ciência é feita, e quem a faz. Nosso objetivo final é ter pessoas comuns brincando com o jogo e, eventualmente, sendo candidatos para ganhar o Prêmio Nobel," afirma Zoran Popovic, orientador do trabalho.

Para conhecer outra pesquisa que une o problema do dobramento das proteínas e os videogames, veja Usuários do PlayStation 3 podem ajudar a desvendar mistério da Biologia.





Outras notícias sobre:

Mais Temas