Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Espaço

Avião hipersônico australiano bate recorde mundial de velocidade

Redação do Site Inovação Tecnológica - 18/06/2007

Avião hipersônico australiano bate recorde mundial de velocidade

O avião hipersônico australiano HyCAUSE bateu o recorde mundial de velocidade nesta sexta-feira, ao alcançar 11.000 km/h, o equivalente a Mach 10 - 10 vezes a velocidade do som. O recorde anterior era do X43- A, o protótipo de avião hipersônico da NASA, que atingiu Mach 7 em Março de 2004.

Estatojato

O HyCAUSE é um estatojato ("scramjet"), utilizando uma turbina especial que exige uma pressão extremamente alta do ar que entra em sua abertura frontal. Essa pressão só é atingida a velocidades extremamente elevadas, o que impede que um estatojato decole normalmente de um aeroporto, como os jatos normais.

Enquanto um foguete precisa levar seu próprio oxigênio a bordo, um estatojato queima seu combustível utilizando o oxigênio da própria atmosfera.

Recorde mundial de velocidade

O HyCAUSE, assim como o X-43A, da NASA, deve ser lançado de um foguete. Quando o foguete atinge a velocidade adequada, o pequeno jato experimental solta-se e passa a voar autonomamente, atingindo velocidades hipersônicas.

No teste australiano, um foguete Talos levou o estatojato para fora da atmosfera terrestre, atingindo 530 km de altitude. Ao reentrar na atmosfera, o HyCAUSE atingiu a velocidade necessária para que seu motor funcionasse, batendo o recorde mundial de velocidade.

Além do próprio motor a combustão, os aviões hipersônicos estão exigindo o desenvolvimento tecnologias totalmente novas, diferentes daquelas do aviões tradicionais e dos foguetes. Entre esses novos desenvolvimentos destacam-se os sistemas de controle de vôo em velocidades hipersônicas e novos sistemas de telemetria e comunicação.







Outras notícias sobre:
  • Aviões
  • Foguetes
  • Exploração Espacial
  • Veículos

Mais tópicos