Plantão

Boeing quer enviar seus próprios astronautas ao espaço

Boeing pede dinheiro da NASA para levar seus próprios astronautas ao espaço
O projeto é que, quando a nave começar a fazer voos comerciais, a NASA alugue assentos para seus próprios astronautas e espaço para suas cargas. [Imagem: Boeing]

Espaço privado

A Boeing afirmou que, se a NASA lhe der o dinheiro suficiente, a empresa estará pronta para enviar seus próprios funcionários-astronautas ao espaço em 2015.

A nota emitida pela empresa aparentemente é uma reação ao anúncio recente da própria NASA de que seu outro parceiro privado, a SpaceX, fará a primeira atracação de uma nave privada à Estação Espacial Internacional em Dezembro.

Na verdade, a NASA está investindo em cinco projetos espaciais privados, na expectativa de criar um substituto dos ônibus espaciais.

A própria Boeing já havia anunciado o uso de sua cápsula CST-100 para levar turistas ao espaço em 2015.

A nova nota da empresa não traz novidades, além da afirmação de que a empresa escolheu o foguete Atlas 5 para levar suas naves ao espaço - os 27 lançamentos sem falhas faziam dessa a opção mais razoável.

Astronautas privados

Em 2015 deverão acontecer três voos com a CST-100. O primeiro será um voo não-tripulado tradicional, colocando a nave em órbita.

O segundo, também não-tripulado, terá como novidade o teste de um sistema de abortamento do lançamento, avaliando um nível adicional de segurança para os astronautas. Finalmente, o terceiro lançamento levará astronautas para a Estação Espacial Internacional.

Isso, se a NASA bancar.

"Se a NASA selecionar a Boeing para um contrato de desenvolvimento com financiamento suficiente, a United Launch Alliance (ULA) irá prestar os serviços para um voo orbital autônomo, um teste de um sistema de abortamento de lançamento transônico, e um lançamento tripulado, tudo em 2015," afirma a nota da empresa.

Aparentemente, tudo o que a empresa espera da NASA são os recursos financeiros, uma vez que os astronautas que deverão estrear a cápsula CST-100 em 2015 serão funcionários da própria Boeing.

O projeto é que, quando a nave começar a fazer voos comerciais, a NASA alugue assentos para seus próprios astronautas e espaço para suas cargas - a CST-100 possui uma área de passageiros e um "porta-malas".





Outras notícias sobre:

    Mais Temas