Espaço

Hubble captura estrela hiperveloz expulsa por buraco negro

Redação do Site Inovação Tecnológica - 23/07/2010

Hubble captura estrela hiperveloz expulsa por buraco negro
O buraco negro do centro da Via Láctea capturou uma das três estrelas e arremessou as outras duas para fora da Via Láctea. Em seu caminho para o exílio, as duas estrelas fundiram-se para formar uma estrela azul superquente viajando a velocidades incríveis. [Imagem: NASA, ESA, and A. Feild (STScI)]

Estrela em hipervelocidade

O Telescópio Espacial Hubble detectou uma estrela em hipervelocidade, um fenômeno extremamente raro. A estrela está se movendo três vezes mais rápido do que o nosso sol.

A estrela pode ter sido criada em uma espécie de "escorregão da natureza". A cem milhões de anos atrás, um sistema triplo de estrelas estava viajando através do movimentado centro da Via Láctea quando passou perto demais do gigantesco buraco negro localizado no centro da nossa galáxia.

O buraco negro capturou uma das três estrelas e arremessou as outras duas para fora da Via Láctea. Em seu caminho para o exílio, as duas estrelas fundiram-se para formar uma estrela azul superquente viajando a velocidades incríveis.

Essa história pode parecer ficção científica, mas os astrônomos do Hubble dizem que este é o cenário mais provável para a criação da estrela que viaja em hipervelocidade, a HE 0437-5439.

Esta é uma das estrelas mais rápidas já detectadas, com uma velocidade de cerca de 2,6 milhões de quilômetros por hora. Há cerca de dois meses, o Hubble havia detectado uma outra estrela zarpando da Nebulosa de Tarântula, mas a "meros" 400.000 quilômetros por hora.

Hubble captura estrela hiperveloz expulsa por buraco negro
A estrela proscrita está agora bem acima do disco da galáxia, a cerca de 200.000 anos-luz do seu centro. Seu destino será vagar pelo espaço intergaláctico. [Imagem: NASA, ESA, and G. Bacon (STScI)]

Rumo ao exílio

As observações do Hubble confirmam que a estrela velocista vem do núcleo da Via Láctea, mas é difícil determinar seu ponto de nascimento.

Quase todas as 16 estrelas em hipervelocidade conhecidas, todas descobertas de 2005 para cá, parecem ter sido expulsas do centro da nossa galáxia. Mas esta é a primeira observação direta ligando uma estrela hiperveloz à sua origem no centro da galáxia.

A superquente estrela azul HE 0437-5439 foi arremessada para fora do centro da Via Láctea com uma velocidade suficiente para escapar da atração gravitacional da galáxia.

A estrela proscrita está agora bem acima do disco da galáxia, a cerca de 200.000 anos-luz do seu centro. Seu destino será vagar pelo espaço intergaláctico.

Bibliografia:

A galactic origin for he 0437-5439, the hypervelocity star near the large Magellanic Cloud
Warren R. Brown, Jay Anderson, Oleg Y. Gnedin, Howard E. Bond, Margaret J. Geller, Scott J. Kenyon Mario Livio
Astrophysical Journal Letters
July 2010
Vol.: Publisehd online
DOI: http://hubblesite.org/pubinfo/pdf/2010/19/pdf.pdf




Outras notícias sobre:

    Mais Temas