Plantão

<i>New Horizons</i> envia últimos dados de Plutão

New Horizons envia últimos dados de Plutão
A sonda, já muito além de Plutão, está transmitindo seus dados para a Terra desde Setembro do ano passado. [Imagem: JHU/APL]

5 horas-luz

A sonda New Horizons, da NASA, enviou os últimos pacotes de dados científicos coletados durante seu sobrevoo histórico sobre Plutão, realizado em Julho do ano passado.

Devido à sua alta velocidade, necessária para fazer a viagem da Terra a Plutão em apenas 10 anos, a New Horizons não foi capturada pela gravidade de Plutão, passando em disparada, o que significa que seus instrumentos tiveram apenas alguns poucos minutos para recolher dados.

Reunindo o máximo de dados que podia, o mais rapidamente possível, a sonda acumulou cerca de 100 vezes mais dados do que sua capacidade de transmissão para a Terra.

A sonda foi programada para enviar conjuntos selecionados de dados de alta prioridade nos dias imediatamente após sua passagem por Plutão, e os demais estão sendo transmitidos desde então.

Os últimos dados a chegar, depois de terem viajado quase 5 bilhões de quilômetros (cinco horas e oito minutos à velocidade da luz), documentam uma sequência de observação de Plutão e sua lua Caronte feita pela câmera Ralph/LEISA.

No total, a sonda transmitiu mais de 50 gigabits de dados nestes últimos 15 meses.

Nova missão da New Horizons

A equipe irá realizar uma última revisão dos dados antes de enviar um comando para apagar os dois HDs da sonda, abrindo espaço para novos dados que serão coletados durante a nova missão da New Horizons, que consistirá em outro sobrevoo de um pequeno objeto do Cinturão de Kuiper, chamado 2014 MU69, o que deverá ocorrer em 1º de janeiro de 2019.

"Há uma grande quantidade de trabalho pela frente para que possamos compreender as mais de 400 observações científicas que foram enviadas para a Terra. E isso é exatamente o que vamos fazer. Afinal, quem sabe quando os próximos dados de uma nave espacial visitando Plutão serão enviados?" comentou Alan Stern, cientista-chefe da missão.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas