Plantão

NASA mostra super painéis solares da sonda espacial Juno

Painéis solares da sonda Juno estão prontos
Esta será a primeira vez na história que uma nave espacial usará energia solar tão longe no espaço - Júpiter é cinco vezes mais distante do Sol do que a Terra.[Imagem: NASA/JPL-Caltech/KSC]

Sonda solar

Os três enormes painéis solares que fornecerão energia para a sonda espacial Juno durante sua missão a Júpiter viram seus últimos fótons de luz antes de sua missão.

Depois de testados, eles foram dobrados e já estão prontos para serem colocados no foguete de lançamento.

Da próxima vez que esses três enormes painéis solares forem novamente estendidos, a sonda Juno estará se distanciando da Terra a uma velocidade de sete quilômetros por segundo.

Esta será a primeira vez na história que uma nave espacial usará energia solar tão longe no espaço - Júpiter é cinco vezes mais distante do Sol do que a Terra.

Sol distante

Para aproveitar a luz de um Sol tão distante, foi necessário construir painéis solares do tamanho de uma carreta - eles medem 8,9 metros de comprimento por 2,7 metros de largura.

E mesmo com toda sua área voltada em direção ao Sol, os três painéis somente conseguirão gerar energia suficiente para alimentar cinco lâmpadas comuns - cerca de 450 watts de eletricidade.

Se estivessem em órbita da Terra, produziriam entre 12 e 14 kilowatts de potência.

A janela de lançamento da sonda Juno começa em 5 de agosto e se estenderá até 26 de agosto de 2011.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas