Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Eletrônica

Projetores a laser ficam mais próximos do uso doméstico

Redação do Site Inovação Tecnológica - 21/12/2010

Projetores a laser ficam mais próximos do uso doméstico
A nova fonte de laser tem o tamanho de uma caixa de fósforos. A luz é gerada por lasers semicondutores do tamanho de grãos de arroz.
[Imagem: FBH]

Espaço de cor

Se você quiser uma projeção verdadeiramente realística, muito além das imagens geradas nas melhores salas de cinema digital, é melhor apelar para um projetor a laser.

Esses equipamentos já demonstraram seu valor nos simuladores de voo profissionais e em grandes projeções - um simulador de uma montanha-russa demonstrado na Alemanha, que usa imagens projetadas a laser, chegou a fazer algumas pessoas passarem mal, como se estivessem no brinquedo de verdade.

"Com a projeção a laser, noventa por cento do espaço de cor do olho humano pode ser coberto. Assim, a qualidade da imagem é fascinante. As telas planas de hoje gerenciam apenas cerca de cinquenta por cento," explica Katrin Paschke, do Instituto Ferdinand Braun, na Alemanha.

Grão de arroz

No entanto, tudo tem seu preço, e a principal desvantagem dos projetores a laser é que eles são grandes - em um simulador de voo, por exemplo, o sistema de projeção a laser é do tamanho de uma geladeira.

É principalmente por isso que você ainda não encontra TVs a laser para comprar.

Mas a equipe da professora Katrin deu um passo importante nessa direção: eles desenvolveram uma fonte de laser brilhante e compacta o suficiente para viabilizar o uso da tecnologia em equipamentos muito menores e mais baratos.

A nova fonte de laser tem o tamanho de uma caixa de fósforos. A luz é gerada por lasers semicondutores do tamanho de grãos de arroz.

Como a projeção exige altas potências, o maior desafio foi evitar que o material do laser se fundisse, o que foi conseguido construindo o chip emissor de luz em uma forma trapezoidal que vai aumentando de dimensão em direção à abertura. Ainda assim foi necessário usar diamantes industriais para dissipar o excesso de calor.

Hologramas

Os pesquisadores estão otimistas com as possibilidades de uso de suas fontes laser miniaturizadas.

Além de equiparem projetores domésticos, Paschke já olha mais para o futuro: "Um dia, os hologramas vão simplesmente saltar no meio das nossas casas," diz ela.

O equipamento está sendo negociado com a empresa LDT GmbH, que pretende incorporar a tecnologia em produtos comerciais.






Outras notícias sobre:
  • Raios Laser
  • Telas e Monitores
  • Imagens 3-D
  • Holografia

Mais tópicos