Robótica

Robô-bola salta impulsionado por motor a combustão

Robô-bola salta impulsionado por motor a combustão
[Imagem: Michael Loepfe et al. - 10.1089/soro.2014.0021]

Robô com motor a combustão

Apesar de seu "chapéu de pinico", este robô foi inspirado em uma bola: ele é "macio" e anda por ambientes irregulares quicando.

A vantagem é que você não precisará chutá-lo: o robô-bola impulsiona-se sozinho graças a um motor a combustão alimentado por óxido nítrico, propano ou butano.

Depois de cada salto, o robô utiliza um mecanismo similar ao de um brinquedo do tipo "joão bobo" para ficar novamente de pé e preparar-se para o próximo salto.

Robô híbrido

Michael Loepfe e seus colegas do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, na Suíça, são especialistas em robôs moles, mas decidiram construir um híbrido de componentes moles e rígidos para testar novas possibilidades e dar maior independência ao robô.

Para isso eles usaram um motor a combustão, cuja grande vantagem é que os combustíveis hidrocarbonetos têm um conteúdo de energia específica bem superior ao das baterias, o que dá mais autonomia ao robô, permitindo seu uso na exploração de terrenos e transporte de sensores ambientais, por exemplo.

A cada salto, o robô desloca-se cerca de meio metro, mas o protótipo está servindo para que a equipe faça testes com vistas a melhorar esse desempenho.

Eles estão particularmente interessados em aumentar a altura de cada salto, permitindo que o robô possa não apenas movimentar-se por terrenos irregulares, mas também saltar sobre pedras e outros obstáculos e até subir por pequenas encostas.

Bibliografia:

An Untethered, Jumping Roly-Poly Soft Robot Driven by Combustion
Michael Loepfe, Christoph M. Schumacher, Urs B. Lustenberger, Wendelin J. Stark
Soft Robotics
Vol.: Online Ahead of Print
DOI: 10.1089/soro.2014.0021




Outras notícias sobre:

    Mais Temas