Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Robótica

Robô sobe em qualquer superfície vertical com tecnologia de eletroadesão

Redação do Site Inovação Tecnológica - 23/05/2008

Robô sobe em qualquer superfície vertical com tecnologia de eletroadesão

[Imagem: Harsha Prahlad]

A equipe do professor Harsha Prahlad encontrou uma solução para fazer com que seus robôs consigam não apenas subir pelas paredes, mas subir por superfícies verticais em geral, feitas com qualquer tipo de material, de paredes de concreto ou tijolos até janelas de vidro.

Eletroadesão

A solução encontrada é a eletroadesão, que está sendo utilizada pela primeira vez em robôs. O robô se sustenta na superfície por meio de cargas eletrostáticas, geradas a partir de suas baterias e aplicadas na superfície através de sapatas especiais, desenvolvidas pela equipe do laboratório SRI, dos Estados Unidos.

Ao contrário dos adesivos tradicionais, secos ou não, utilizados em outros robôs escaladores, a eletroadesão pode ser desativada, ampliando a gama de utilização dos robôs que a utilizam.

Este é também o principal diferencial entre a eletroadesão e os sistemas eletrostáticos passivos já testados em outros robôs, que se baseiam na força de Van der Waals.

Robôs robustos

Os testes mostraram que a eletroadesão permite que os robôs se sustentem em virtualmente qualquer tipo de superfície, de paredes de concreto e de tijolos expostos a janelas de vidro. Poeira, pequenas sujeiras e até mesmo trincas nas superfícies também não são problema.

"Eventos recentes, como desastres naturais [...] e ameaças à segurança pública têm mostrado uma necessidade cada vez maior de robôs robustos - especialmente daqueles que podem se mover em três dimensões," diz o professor Prahlad, que apresentará seus robôs pela primeira vez em público nesta sexta-feira, durante a Conferência Internacional de Robótica e Automação (ICRA 2008).

Atração eletrostática

Segundo o trabalho apresentado pelo pesquisador, a eletroadesão, ou atração eletrostática eletricamente controlada, é uma solução com baixo consumo de energia, operação silenciosa e que requer uma estrutura extremamente simples e leve.

As sapatas, ou almofadas, por meio das quais a carga eletrostática é aplicada à superfície, conseguem se moldar às irregularidades das superfícies, para que o robô ande por cantos e quinas.

O consumo de energia de um robô utilizando a eletroadesão é de cerca de 20 microwatts por Newton de carga sustentada. As sapatas apresentam pressões entre 0,5 e 1,5 N por centímetro quadrado de área da sapata, dependendo da superfície.







Outras notícias sobre:
  • Robôs
  • Adesivos
  • Processos Industriais
  • Raios Laser

Mais tópicos