Destaques e Imagens

Universo é duas vezes mais brilhante do que se imaginava

Universo é duas vezes mais brilhante do que se imaginava
[Imagem: R. Jay GaBany]

Um grupo internacional de astrônomos descobriu que a poeira estelar obscurece metade da luz emitida atualmente no Universo, impedindo que ela chegue até nós.

Metade da história

"Por quase duas décadas nós nos perguntamos se a luz que nós vemos das galáxias distantes conta a história toda ou não. Ela não conta; de fato, somente metade da energia produzida pelas estrelas alcança nossos telescópios diretamente, o resto é bloqueado por grãos de poeira," diz o Dr. Simon Driver, coordenador da pesquisa.

Os cientistas já sabem da existência da poeira interestelar há muito tempo, mas ninguém havia calculado sua interferência na luz que chega até nós.

Poeira interestelar

A poeira interestelar absorve a luz das estrelas, emitindo uma espécie de brilho em diversos comprimentos de onda. Medindo esse brilho, os cientistas perceberam que havia uma falha nos modelos atuais de explicação da energia gerada pelo Universo porque a energia reemitida pela poeira interestelar era maior do que a energia total que esses modelos afirmavam ser gerada por todas as estrelas.

Utilizando um catálogo de 10.000 galáxias espirais, os pesquisadores criaram um novo modelo de distribuição da poeira interestelar nas galáxias. A imagem mostra um exemplo de "galáxia empoeirada" - um tipo de galáxia com uma quantidade especialmente alta de poeira inibindo que toda a sua luz chegue até nós.

O Universo está atualmente emitindo energia, via fusão nuclear, que ocorre no centro das estrelas, a uma taxa de 5 quadrilhões de Watts por ano-luz cúbico.

Bibliografia:

The Energy Output of the Universe from 0.1 to 1000 ?m
Simon P. Driver, Cristina C. Popescu, Richard J. Tuffs, Alister W. Graham, Jochen Liske, Ivan Baldry
The Astrophysical Journal Letters
May 2008
Vol.: 678, pp. L101-L104
DOI: http://dx.doi.org/10.1086/588582




Outras notícias sobre:

    Mais Temas