Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Informática

Você e seu celular vão mudar o ritmo da música

Redação do Site Inovação Tecnológica - 24/11/2014

Você e seu celular vão mudar o ritmo da música
O projeto chamou a atenção e agora pesquisadores de seis universidades norueguesas e dois parceiros da indústria estão trabalhando na transformação da ideia em produto comercial.
[Imagem: Yngve Vogt]

Alterando a música com o celular

Cientistas da computação e musicologistas da Universidade de Oslo, na Noruega, desenvolveram um programa de computador que permite que você dê o seu próprio toque pessoal à música que está ouvindo.

"Com o novo sistema, você pode usar seu smartphone e seus movimentos para controlar como as composições modernas tocam. A tarefa do compositor é criar uma paisagem musical com um monte de ambientes sonoros. Então você controla entre quais ambientes sonoros você deseja se mover, e você também pode decidir as rotas que pretende tomar dentro dos vários ambientes sonoros," explica Kristian Nymoen, um dos criadores da tecnologia.

Em outras palavras, o programa lê os dados dos sensores do seu smartphone e adapta o ritmo musical aos movimentos que você está fazendo, o que pode ser algo voluntário ou involuntário - neste caso, o musicologista presume que você transfere para o celular movimentos que mostram o seu estado de humor.

"A maneira como você se move pode dar alguma indicação sobre o seu estado de espírito. Quando você está de bom humor, você se move de uma maneira diferente de quando está de mau humor. Então, nós queremos que a tecnologia sinta o que você é como pessoa e lhe dê um ritmo que equivalha ao seu atual estado de espírito," disse Nymoen.

Vagalumes

O projeto chamou a atenção, e atualmente já há pesquisadores de seis universidades norueguesas e dois parceiros da indústria trabalhando em seu desenvolvimento.

A equipe também já desenvolveu um outro sistema musical para smartphones inspirado pelos vagalumes, que possuem um mecanismo que lhes permite sincronizar o acendimento de suas luzes biológicas. Os pesquisadores estão usando esse princípio para fazer com que vários smartphones funcionem em conjunto sem precisar de um controle central.

"Nós podemos usar o som de cada smartphone individual para fazê-lo sincronizar com os demais. Cada celular vai ouvir e usar a informação que captar para sincronizar com os outros," explica Nymoen.

Por enquanto o protótipo só funciona com alguns poucos usuários, mas a equipe pretende fazer com que os celulares de todos os presentes em um show se transformem em alto-falantes e possam influenciar o ritmo da música que está sendo tocada no palco.







Outras notícias sobre:
  • Software e Programação
  • Inteligência Artificial
  • Equipamentos Eletrônicos
  • Imagens 3-D

Mais tópicos