Eletrônica

CPU em lâmina de vidro

CPU em lâmina de vidro

A Sharp (Japão), em conjunto a SEL (Semiconductor Energy Laboratory Co.) conseguiu construir uma CPU Z80 de 8 bits em um substrato de vidro criado para telas de cristal líquido, baseando-se em sua tecnologia CG-Silicon.

A tecnologia CG-Silicon ("Continuous Grain") é a base tecnológica que permite a construção de telas de cristal líquido (LCD). A CG-Silicon mantém a continuidade, em nível atômico, das bordas dos minúsculos cristais que formam o material, permitindo que os elétrons viagem pelo semicondutor aproximadamente 600 vezes mais rapidamente do que em um silício amorfo tradicional e cerca de 3 vezes mais rapidamente do que em um silício policristalino em baixa temperatura.

Esta tecnologia permite que a lógica digital, incluindo o driver LCD, fonte de energia, interfaces de entrada e saída e circuitos de processamento de sinais sejam integralmente formados no mesmo substrato de vidro, como os utilizados em uma tela LCD. Esta possibilidade deverá permitir a dramática redução na área de montagem de componentes e no número de componentes externos, além de contribuir para a construção de dispositivos mais leves e mais finos, com grande confiabilidade dos sistemas finais.

As duas empresas agora utilizaram esta nova tecnologia para construir uma CPU Z80 em um substrato de vidro. O Z80 é o precursor dos micros PCs, sendo um processador de 8 bits. O feito baseou-se nos melhoramentos dos níveis de cristalinidade da CG-Silicon e na introdução de uma nova tecnologia de processo. Com isto, torna-se possível a integração, no mesmo substrato de vidro, não somente de componentes funcionais periféricos, como circuitos integrados para controle de LCDs, mas também de uma ampla variedade de circuitos lógicos de processamento, incluindo CPUs, memória, circuitos de compressão/decompressão de imagens, etc.

Este novo sucesso alcançado pela tecnologia CG-Silicon representa o primeiro passo no caminho rumo ao desenvolvimento de computadores e televisores futuristas em formato e estrutura de folhas de papel.





Outras notícias sobre:

Mais Temas