Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Materiais Avançados

Materiais canhotos têm índice de refração negativo

Redação do Site Inovação Tecnológica - 16/08/2004

Materiais canhotos têm índice de refração negativo

Cientistas conseguiram produzir em laboratório os primeiros "materiais canhotos", uma nova classe de compósitos que inverte o comportamento de várias propriedades eletromagnéticas fundamentais.

Por exemplo, esses materiais têm um índice de refração negativo, o que significa que, quando a luz os atravessa, ela se curva no sentido contrário do que quando atravessa a água o o vidro. Isso abre a incrível possibilidade de construção de lentes planas.

O feito é muito mais do que uma curiosidade da Física. O novo material poderá ser útil no desenvolvimento de novas antenas e outros equipamentos eletromagnéticos e também de "lentes perfeitas", capazes de focalizar a luz e outras formas de radiação em limites não alcançados pelas lentes tradicionais.

Nos seus experimentos, os físicos construíram uma pequena amostra do material que recebeu uma estrutura de fibra de vidro e fios de cobre. Eles submeteram o material a um feixe de microondas na mesma freqüência utilizada pelos radares detectores de velocidade da polícia.

O que eles descobriram é que as microondas emergem do material na direção oposta ao que é previsto pela Lei de Snell, que descreve o ângulo de refração produzido pela desaceleração da luz e outras formas de radiação eletromagnética através da água, do vidro e de outros materiais "normais".

"Se estes efeitos se mostrarem possíveis em freqüências óticas, este material poderá ter a propriedade maluca de um pequeno pulso de luz incidindo sobre uma superfície plana produzir um foco em um ponto do outro lado," explicou o Dr. Sheldon Schultz.

A pesquisa foi feita na Universidade da Califórnia em San Diego, Estados Unidos e, além do Dr. Schultz, contou com a participação dos cientistas David R. Smith e Richard A. Shelby.






Outras notícias sobre:
  • Magnetismo
  • Fotônica
  • Spintrônica
  • Semicondutores

Mais tópicos