Nanotecnologia

Novo microscópio híbrido revela nano-eletrônica

Novo microscópio híbrido revela nano-eletrônica

Pensar em nanotecnologia e se esquecer dos microscópios é como pensar em futebol e se esquecer da bola. Muito além dos microscópios ópticos, os grandes avanços da nanotecnologia estão sendo possíveis graças a uma geração recente de microscópios eletrônicos.

Agora, pesquisadores do instituto NIST e da Universidade do Colorado, ambos nos Estados Unidos, criaram mais um tipo de microscópio. O novo equipamento, que se insere na categoria dos microscópios de rastreamento, consegue revelar, ao mesmo tempo, as características físicas e eletrônicas de nanoestruturas metálicas.

Batizado de SPIM ("Scanning photoionization microscope": microscópio de rastreamento por fotoionização), o novo microscópio deverá ser particularmente útil na análise das propriedades e da estruturação de nanopartículas e componentes eletrônicos em nanoescala.

Formado pela junção de um microscópio óptico e de um laser ultra-rápido, o SPIM combina a grande resolução espacial do microscópio óptico com a alta sensitividade a delicadas atividades elétricas. Isto é conseguido por meio da detecção de elétrons de baixa energia emitidos por um material quando ele é iluminado com pulsos de laser.

A nova técnica de imageamento poderá ser utilizada para se fazer fotografias de padrões tanto físicos quanto eletrônicos, em componentes como transistores e sensores nanoscópicos, ou também para identificar até mesmo elementos químicos no interior desses componentes.

Bibliografia:

Imaging nanostructures with scanning photoionization microscopy
Oliver L. A. Monti, Thomas A. Baker, David J. Nesbitt
Journal of Chemical Physics
21 October 2006
Vol.: 125, 154709 (2006)
DOI: 10.1063/1.2354478




Outras notícias sobre:

Mais Temas