Mecânica

Carros vibrantes

Carros vibrantes

Com cada novo veículo lançado, a indústria automobilística se depara com uma batalha para eliminar as vibrações dos carros, principalmente nos painéis onde, além do irritante barulho causado, há o risco de peças se quebrarem por fadiga, ameaçando a segurança dos ocupantes.

A complexidade dos problemas é tão grande que levou o fabricante BMW a estabelecer uma parceria com uma empresa especializada em ruídos e vibrações, a LMS International, e com a Universidade Livre de Bruxelas, juntando-se ao projeto Holo-Modal da rede européia de pesquisas Eureka. O projeto desenvolveu uma nova forma de medir a forma como os painéis de carros vibram, combinando medições tradicionais de vibrações com as últimas técnicas de holografia.

As medições tradicionais funcionam com a colocação de sensores em um painel de testes. Entretanto, esse método mede apenas a vibração no ponto onde está o sensor. Aumentar o número de sensores não é uma boa solução, porque uma grande quantidade deles altera a forma como o painel vibra, alterando os resultados da medição.

É neste ponto que entra a holografia. A análise holográfica evita o contato físico com o painel, iluminando-o inteiramente com um feixe de laser. Medindo a luz refletida pelo painel, o sistema produz uma imagem tridimensional de alta resolução da superfície, à medida em que ela vibra.

O projeto Holo-modal desenvolveu também um pacote de software que combina técnicas tradicionais e holográficas, controla o hardware e mostra como incorporar estas técnicas na fase inicial do processo de desenvolvimento. Agora os fabricantes de automóveis podem projetar painéis mais seguros, duráveis e economizar nos custos desses projetos.

O modelo de computador desenvolvido a partir dos dados das medições permite a visualização dos efeitos resultantes de qualquer alteração no design, antes que ele seja incorporado em uma peça real.

Esta nova tecnologia também poderá ser utilizada para o desenvolvimento de uma nova geração de eletrodomésticos e produtos eletrônicos mais duráveis e mais seguros para o usuário.





Outras notícias sobre:

Mais Temas