Mecânica

Elevadores à prova de fogo

O NIST ("National Institute Of Standards And Technology"), órgão técnico normatizador dos Estados Unidos (o equivalente ao nosso INMETRO), começou a analisar propostas para a construção de elevadores que se mantenham em funcionamento na ocorrência de incêndios nos prédios. Esses elevadores serviriam tanto para transportar bombeiros de forma mais rápida e diretamente aos locais de maior incidência do fogo, como também como um método secundário, depois das escadas, de retirada dos ocupantes dos prédios.

O NIST está trabalhando juntamente com os fabricantes de elevadores para desenvolver e testar sistemas de fornecimento de energia de emergência que sejam redundantes, ou seja, à prova de falhas, bem como à prova d'água. Estão sendo investigados softwares e sistemas de sensoriamento que possam se adaptar a condições mutáveis de fumaça e calor, garantindo o funcionamento com segurança e que não parem de operar em nenhuma hipótese quando da ocorrência de incêndios.

Quando desenvolvido, um sistema de elevadores assim poderá ser operado por controle remoto a partir do piso, indo diretamente aos andares mais afetados, sem ficar parando pelos outros pisos como quando em operação normal. O conceito foi apresentado em uma palestra intitulada "Protected Elevators for Egress and Access During Fires in Tall Buildings" (Elevadores protegidos para evacuação e acesso durante incêndios em edifícios) na Malásia pelo pesquisador Richard W. Bukowski.





Outras notícias sobre:

Mais Temas