Mecânica

Material abrasivo líquido faz acabamento em moldes

Material abrasivo líquido faz acabamento em moldes

Polimento de moldes

Um novo processo industrial, criado por engenheiros do Fraunhofer Institute, na Alemanha, está demonstrando que o velho ditado "água mole em pedra dura, tanto bate até que fura", pode ser aplicado também no polimento de componentes metálicos.

Com a grande vantagem de atingir áreas das peças que não são alcançadas pelos métodos tradicionais.

Embora a automação tenha atingido todos os setores da indústria, algumas tarefas continuam sendo feitas manualmente. Uma delas é o acabamento dos delicados moldes utilizados para extrusão de plástico ou alumínio. Uma única peça leva de um a dois dias para ser trabalhada por um profissional cada vez mais raro.

Mas a nova técnica de polimento poderá mudar essa situação. Ela utiliza um polímero líquido contendo partículas abrasivas de óxido de alumínio, carbeto de silício e de boro ou partículas de diamante.

Material abrasivo

O formato e a densidade das partículas varia de acordo com o trabalho a ser feito e o tipo de peça sendo tratada.

A suspensão granular de material abrasivo é forçada através da peça que está sendo tratada, sob pressão ótima, removendo ou separando material de áreas definidas da sua superfície.

O mais interessante da descoberta é que, embora ela funcione na prática, os cientistas ainda não sabem exatamente porquê, o que tem dificultado a criação de máquinas capazes de repetir indefinidamente o mesmo processo.

Agora eles estão criando um modelo simulado em computador, que seja capaz de definir os padrões exatos a serem adotados em cada caso.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas