Mecânica

Asas que cantam: som melhora desempenho de aviões

Asas que cantam  som melhora desempenho de aviões

Utilizar sons para controlar o fluxo de ar sobre as asas de pequenos aviões pode facilitar a decolagem e economizar combustível. A proposta é do estudante de engenharia aeroespacial Ian Salmon, da Universidade New South Wales, Austrália.

A idéia já valeu a Ian a contratação por um fabricante de aeronaves, que espera a aplicar a idéia em uma nova geração de pequenos aviões.

Ian desenvolveu a técnica recobrindo a asa com painés flexíveis de plástico, que vibram quando submetidos a uma corrente elétrica, gerando som. Quando o som é gerado numa freqüência específica, o ar que passa sobre a asa o faz muito mais próximo de sua superfície, o que aumenta sua eficiência.

Embora a teoria por trás desta técnica não seja exatamente uma novidade, o método de aplicar o som diretamente sobre a asa é inovador. Estudos anteriores utilizaram grandes alto-falantes em túneis de vento; os resultados técnicos foram encorajadores, mas os níveis de som necessários tornam seu uso impraticável.

"Este novo método nasceu da idéia de levar uma fonte de som leve sobre o avião, aplicando o som exatamente onde ele é necessário, ao invés de espalhá-lo por todo o ambiente," explica Ian. "Obviamente, uma coisa que ninguém quer é tornar os aviões mais barulhentos."

O novo método deverá ter sua aplicação restrita a pequenos aviões. "Os efeitos benéficos são mais fortes para aviões pequenos e lentos, que voam sob condições nas quais a viscosidade tem mais influência sobre o comportamento do ar."





Outras notícias sobre:

Mais Temas