Mecânica

Carro muda de formato para proteger passageiros em caso de acidente

Carro muda de formato para proteger passageiros em caso de acidente

Pesquisadores alemães estão desenvolvendo um carro que consegue prever um impacto lateral e rapidamente alterar seu formato para absorver a força do impacto.

O carro irá usar câmeras de vídeo um radar para detectar um veículo que estiver em uma rota de colisão lateral. Assim que ele verificar que o impacto é iminente, o carro irá ativar uma seção em sua porta feita com um metal capaz de alterar o próprio formato. Isso irá reforçar a ligação entre a porta e a carroceria, que normalmente é um ponto fraco, e distribuir a força da batida de forma mais segura.

Impactos laterais são tão comuns quanto os que acontecem na dianteira e na traseira, mas causam muito mais vítimas, afirma Joachim Tandler, um pesquisador de segurança veicular da empresa Siemens, que está trabalhando no projeto, financiado pela Comunidade Européia.

"Isso acontece porque há muito menos área de esmagamento e menos energia é absorvida antes que o compartimento do passageiro seja comprimido," disse ele à New Scientist. O tempo também é menor para que o sistema de segurança convencional - air-bags, por exemplo - reaja e proteja o passageiro, disse ele.

Velocidade do impacto

A equipe de Tandler está trabalhando em uma solução que irá ajudar a proteger as pessoas no interior do carro antes mesmo que ele seja atingido. Os pesquisadores começaram a testar um sistema de detecção de impactos em veículos experimentais e já construíram protótipos do sistema de reforço da carroceria com a liga que altera o próprio formato. "No início do próximo ano nós teremos um sistema totalmente integrado em um carro," disse ele. "Em 2008 iremos começar a fazer os testes reais de impacto."

Os veículos experimentais têm sensores de radar instalados na dianteira e na traseira e câmeras estéreo na janela traseira. Eles alimentam com informações um computador embarcado, que calcula a chance de um impacto. "Ele reconhecerá se algo está a caminho de atingir de carro, identificando onde ele irá bater e sua velocidade," explica Tandler.

Para proteger as pessoas no interior do carro, o computador poderá então ativar uma liga metálica dotada de memória quanto ao seu formato, instalada na porta lateral, fazendo com que uma corrente elétrica passe através dela. A liga altera seu formato em resposta ao calor e aumenta de volume de forma a fazer uma conexão mais forte com a carroceria do carro. A energia do impacto é então distribuída mais amplamente ao redor do veículo, reduzindo o risco de que alguém no interior venha a se machucar. "Isso deverá fazer uma grande diferença para quem estiver dentro do carro," diz Tandler.





Outras notícias sobre:

Mais Temas