Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Mecânica

Avião é controlado inteiramente por rádio, sem fios ou conexões mecânicas

Duncan Graham-Rowe - NewScientist - 18/05/2006

Avião é controlado inteiramente por rádio

Um avião sem fios ou conexões entre seu motor, seu sistema de navegação e seus computadores de bordo - somente uma rede sem fios - foi construído e acaba de ser testado por engenheiros portugueses.

O Aiva, um avião não tripulado, medindo 3 metros de comprimento, utiliza somente uma rede sem fios Bluetooth para trocar mensagens entre seus sistemas críticos - uma técnica chamada "fly-by-wireless".

Os testes de vôo feitos em Portugal mostraram que o sistema funciona bem. Cristina Santos, da Universidade do Minho, responsável pelo desenvolvimento do avião, disse que o objetivo primário é reduzir o peso e a exigência de potência. "Também, se você não tem os cabos, o sistema é muito mais flexível quando se necessita alterá-lo," disse ela.

Muitos aviões modernos já utilizam conexões eletrônicas, ao invés dos cabos e ligações mecânicas encontradas nos aviões mais antigos, para interconectar seus componentes. Esta é uma forma mais leve e mais compacta para se controlar esses sistemas. Alguns aviões, como o Boeing 777 usam até mesmo fibras ópticas, que levam vários sinais através da mesma fibra.

Interferência de rádio

Substituir fios por ligações sem fios de rádio é um próximo passo lógico, diz Peter Mello, da Universidade de Londres, Inglaterra, que não está envolvido no projeto. Mas ele acrescenta que isto levanta questões de segurança completamente novas.

Essas conexões sem fios poderão estar sujeitas à interferência eletromagnética ou mesmo interferências intencionais, sugere Mellor. E poderá ser mais difícil construir conexões sem fio de reserva, diz ele. "Se você puder interferir em um link, poderá interferir com os dois," alerta ele.

Mas Cristina e seus colegas estão trabalhando nesta questão. Ela diz que a tecnologia Bluetooth já é largamente resistente a interrupções, já que ela foi projetada para garantir a manutenção de um fluxo de dados mínimo. "Ela tem mecanismos para lidar com a interferência," diz ela.

Tecnologia sem fio nos carros

Mesmo assim, Santos avisa que o sistema exigirá testes extensivos antes que ela mesma queira voar em um avião controlado inteiramente por conexões sem fio. Ela também admite que as normas super exigentes da aviação poderão significar que a tecnologia apareça primeiro em carros e não em aviões.

"Os cabos já são um problema nos carros," diz Santos, porque muitos fabricantes enfiam cada vez mais equipamentos eletrônicos a cada novo modelo.

Ela admite a idéia de que não ter conexões físicas pode parecer assustador inicialmente, mas ela acredita que, em última instância, isso será uma forma aceitável para controlar freios e até mesmos mecanismos de direção elétrica em automóveis.

Os resultados da pesquisa foram apresentados ontem na Conferência Internacional de Robótica e Sistemas Autônomos, na Flórida, Estados Unidos.







Outras notícias sobre:
  • Aviões
  • Veículos
  • Tecnologia Automotiva

Mais tópicos