Robótica

Robô desarma minas com água

Robô desarma minas com água

O Dr. David Summers, professor de engenharia de minas da Universidade Missouri-Rolla (Estados Unidos) desenvolveu um novo robô capaz de detectar minas explosivas. O robô foi batizado de ELADIN, um acrônimo para "Eliminating Landmines by Aqueous Detection Identification and Neutralization" - eliminação de minas subterrâneas por identificação e neutralização aquosa.

O ELADIN utiliza jatos d'água de alta pressão para detectar e desarmar os explosivos sem explodí-los. O jato de água é capaz de penetrar no solo até cerca de 20 centímetros de profundidade em cerca de 0,014 segundos. A água não apenas torna mais fácil a tarefa de se encontrar as minas, mas também torna possível destruí-las sem causar uma explosão.

O robô baseia-se em um conceito simples, o mesmo utilizado em pistolas de água de brinquedo. "Quando uma criança segura uma pistola de água e dispara aleatoriamente, ela provavelmente não percebe que, quando a água atinge diferentes superfícies, ela emite sons diferentes," explica o Dr. Summers. Um microfone capta o som e o envia para o cérebro do robô, onde um programa de computador define o tipo de objeto atingido.

Para desarmar a mina, o robô utiliza um instrumento que mistura areia à água. O jato resulta torna-se extremamente abrasivo, sendo capaz de perfurar cerca de uma polegada (2,5 centímetros) em cerca de 30 segundos. O corte pode atingir diretamente o explosivo armazenado no interior da mina, retirando-o completamente. Ou então, o gatilho pode ser destruído pelo jato, sem ser acionado.

"Nós estamos tentando ajudar a encontrar uma saída para países se livrarem das minas sem o perigo normalmente envolvido. Estas minas são a causa de muitas mortes de civis," completa o Dr. Summers. O robô foi recentemente escolhido como uma das principais invenções do ano de 2.002 pela revista Time.







Outras notícias sobre:

    Mais Temas