Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Plantão

BNDES procura empresas para atuar na internet das coisas

Com informações da Agência Brasil - 04/04/2016


Objetos na internet

A elaboração de um plano de ação que sirva de base para o mapeamento de oportunidades e para a criação de políticas públicas no âmbito da chamada internet das coisas é o objetivo de estudo técnico que será selecionado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A internet das coisas se refere à conexão de objetos usados no dia a dia à rede mundial de computadores e entre si, como eletrodomésticos, smartphones, televisores e computadores.

"A empresa tem que construir uma proposta de estudo robusto que atenda ao escopo traçado", afirmou a engenheira Maria Luiza Carneiro da Cunha, do BNDES.

O financiamento será flexível e será adequado à melhor proposta. No caso da internet das coisas, o propósito é a criação de políticas nos diferentes segmentos da tecnologia, desde políticas de financiamento até leis. "Tudo que puder ser feito no âmbito público, para estimular no país essas tecnologias", acrescentou.

Internet das coisas

De acordo com estimativa da consultoria McKinsey, publicada no ano passado, a internet das coisas deverá gerar em 2025, em nível global, receitas entre US$ 3,9 trilhões e US$ 11,1 trilhões, o que contribuirá com até 11% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial.

Outra consultoria citada pelo BNDES, a BI Intelligence, prevê que o número de dispositivos conectados à internet deverá subir de 10 bilhões, em 2015, para 34 bilhões, até 2020, o que significará uma média de mais de quatro dispositivos por pessoa.

Maria Luiza disse que o BNDES já apoia atualmente, em suas linhas, empresas que estejam desenvolvendo tecnologias de internet das coisas, em setores diversos. Para ela, há carência de maior articulação estratégica para acelerar a internet das coisas no Brasil. Segundo a engenheira, é preciso identificar os setores em que o país tem maior potencial de criar valor com a internet das coisas. É esse diagnóstico que o estudo técnico tentará revelar.







Outras notícias sobre:
  • Políticas de Ciência e Tecnologia
  • Inovação nas Empresas
  • Segurança da Informação
  • Transmissão de Dados

Mais tópicos