Plantão

Brasil terá centro de pesquisa de transporte de alta velocidade

Brasil terá centro de pesquisa de transporte de alta velocidade
Os custos operacionais baixos do Hyperloop são devidos, em parte, à utilização da energia solar, captada por painéis colocados na parte superior dos tubos.[Imagem: Tesla Motors]

Hyperloop

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) assinou um acordo com a empresa Hyperloop Transportation Technologies para instalação de um centro de pesquisa e desenvolvimento em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

A proposta é desenvolver um sistema de transporte por tubos de altíssima velocidade, capaz de atingir 1,2 mil quilômetros por hora. Quem está por trás do empreendimento é o fundador da SpaceX e da Tesla Motors, Elon Musk.

Segundo o presidente da Hyperloop, Bipob Gresta, o sistema de transporte utiliza plataformas elevadas e está sendo desenvolvido para funcionar sem o atrito e a resistência do ar, permitindo que cápsulas com carga ou pessoas se movimentem mais rapidamente, com baixo consumo de energia.

A tecnologia envolve ainda levitação magnética e bombas de vácuo para retirar quase todo o ar dos tubos.

"É uma tecnologia de ponta que poderá revolucionar todo o transporte de pessoas e de cargas no nosso país", disse Miguel Antônio Nery, da ABDI. "Nossa expectativa é que isso sinalizará para o país um novo cenário em termos de solução tecnológica e logística em transporte."





Outras notícias sobre:

    Mais Temas