Plantão

Conteúdo educacional será disponibilizado para múltiplas plataformas

Acesso universal

O governo federal está lançando uma nova iniciativa para disponibilizar conteúdos educacionais.

A "Plataforma Educacional Brasileira" está sendo coordenada pelos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação (MEC).

O material educativo poderá ser acessado por diferentes plataformas, incluindo os sistemas operacionais Linux, Windows, IOS e Android, a partir de computadores, smartphones, tablets ou laptops.

"O foco desta parceria entre o MCTI e o MEC é concentrar esforços na construção de um ambiente de educação onde serão disponibilizados os elementos para tornar o processo de aprendizagem mais eficiente", afirmou o secretário de Política de Informática do MCTI, Virgilio Almeida.

Segundo o técnico, a nova plataforma deverá "ampliar e universalizar o acesso à informação a estudantes, professores e a todos os cidadãos brasileiros, por meio de uma camada de software "simples, leve, eficiente e transparente ao usuário final".

Contrapartida

A iniciativa é o complemento do lado do software para os incentivos que o governo vem dando para a fabricação do hardware, com isenções de impostos para computadores, notebooks e tablets.

"Nós valorizamos a manufatura, mas queremos valorizar também as atividades de concepção e de engenharia do país", afirmou Virgilio.

Isso inclui o desenvolvimento de camadas intermediárias (middleware) de software para permitir o acesso de múltiplas plataformas a múltiplos provedores de conteúdo educativo.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas