Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Materiais Avançados

Criado sensor para visualizar o magnetismo da luz

Redação do Site Inovação Tecnológica - 21/10/2009

Criado sensor para visualizar o magnetismo da luz
Uma sonda construída em nanoescala é passada ao longo de uma estrutura fotônica. O espaço de 40 milímetros no revestimento de metal permite que o campo magnético da luz seja medido em frequências visíveis.
[Imagem: L.Kuipers & Tremani/Science]

Quando um sensor detecta a luz - seja nosso olho ou um sensor eletrônico - o que está sendo detectado é o campo elétrico da luz. Mas a luz é uma onda eletromagnética, composta de campos magnéticos e elétricos, um nunca ocorrendo sem o outro.

Até agora, contudo, não havia uma forma de captar esse campo magnético. Até que uma equipe de pesquisadores holandeses, coordenada pelo Dr. Matteo Burresi, inventasse uma. A descoberta foi publicada no último exemplar da revista Science.

Sensor fotoelétrico

Nós vemos a luz quando a radiação eletromagnética de determinado comprimento de onda atinge as células fotossensíveis de nossa retina. A tecnologia, por sua vez, permitiu que o homem construísse sensores de luz de diversos tipos, capazes de captar diversos comprimentos de onda, muito além das capacidades do olho humano.

O mais famoso desses sensores é o CCD, que equipa as atuais máquinas digitais e que foi premiado com o Prêmio Nobel de Física de 2009.

Sensor de campo magnético

Os que os pesquisadores holandeses fizeram agora foi inventar um sensor capaz de captar o campo magnético da luz de diversas frequências.

Os pesquisadores construíram o sensor do campo magnético da luz a partir de um ressonador em formato de anel, construído com um metamaterial. O ressonador foi conectado a uma sonda de rastreamento, ligada a um sistema de registro e a um programa capaz de registrar os dados coletados.

O novo dispositivo pode ser utilizado para criar visualizações da distribuição do campo elétrico e do campo magnético de diferentes frequências da luz, tudo com uma resolução menor do que a do comprimento de onda da luz que está sendo observada.

Novos metamateriais

A descoberta deverá ajudar os pesquisadores a construírem novos metamateriais, estruturas artificiais que possuem propriedades ópticas não encontradas na natureza, como um índice de refração negativo.

Foram os metamateriais que inauguraram as pesquisas de invisibilidade e que estão na base de vários mecanismos inéditos de manipulação da luz - veja, por exemplo, Metamaterial dirige a luz por caminhos complexos.

Bibliografia:

Artigo: Probing the Magnetic Field of Light at Optical Frequencies
Autores: M. Burresi, D. van Oosten, T. Kampfrath, H. Schoenmaker, L. Kuipers, R. Heideman, A. Leinse, R. Heideman
Revista: Science
Data: October 1, 2009
Vol.: Science Express
DOI: 10.1126/science.1177096






Outras notícias sobre:
  • Radiação Eletromagnética
  • Metamateriais
  • Fotônica
  • Sensores

Mais tópicos