Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Plantão

ONU institui Década dos Oceanos em busca de conhecimento e proteção

Com informações da Agência Brasil - 08/06/2020

ONU institui Década dos Oceanos em busca de conhecimento e proteção
A corrida pela mineração oceânica está atraindo a atenção de todos os países.
[Imagem: Soil Machine Dynamics/Divulgação]

Década dos Oceanos

Hoje é o Dia Mundial dos Oceanos, instituído durante a conferência Rio-92 para promover a conservação de espécies e habitats marinhos, diminuir a poluição e a escassez de recursos por causa da sobrepesca.

E a comemoração deste ano também traz uma novidade: começa hoje "Década dos Oceanos", instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) para conjugar esforços de diplomatas, ambientalistas e cientistas em busca de estudos e pesquisas que aumentem o conhecimento sobre as águas que cobrem 70% do planeta.

Os cálculos atuais indicam que os oceanos absorvem um terço do gás carbônico produzido pela atividade humana, retêm o aquecimento global e servem à subsistência direta de bilhões de pessoas.

"Fonte de bens e serviços que sustentam a humanidade, os oceanos são importantíssimos para o funcionamento do planeta e para o bem-estar. A gente precisa conhecer mais e cuidar mais," defende o professor Alexander Turra, da USP.

Petróleo no litoral

Crimes marítimos e acidentes nos oceanos podem ser de difícil investigação. Alexander Turra lembra que, até hoje, os brasileiros não sabem como 3.600 quilômetros do litoral, da Reserva Extrativista do Cururupu (Maranhão) até São João da Barra (Rio de Janeiro), foram atingidos por manchas de petróleo.

Análises da composição molecular indicam que o óleo foi extraído da Venezuela, mas não se sabe a causa da ocorrência da mancha, ou se foi criminosa ou acidental, como vazamento de uma embarcação ou naufrágio em alto-mar.

Turra lamenta que não seja possível saber o dano total do incidente e mesmo se os efeitos já cessaram. "Visualmente, o aspecto é de melhora, porém o efeito de longo prazo ainda está sendo avaliado. A gente não sabe qual é a sua magnitude." De acordo com dados da Marinha, foram recolhidas mais de 5 mil toneladas de óleo em 11 estados.






Outras notícias sobre:
  • Monitoramento Ambiental
  • Impactos sobre o Meio Ambiente
  • Exploração Marítima
  • Mineração

Mais tópicos