Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Plantão

Embrapii credencia 10 instituições para promover inovação

Com informações da Agência Brasil - 25/08/2014


Dez instituições de pesquisa tecnológica foram credenciadas no primeiro processo seletivo promovido pela Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).

Até agora, a Embrapii era integrada pelas seguintes instituições:

  • Centro Integrado de Manufatura e Tecnologia do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Cimatec/Senai), da Bahia
  • Instituto de Pesquisa Tecnológica (IPT), de São Paulo
  • Instituto Nacional de Tecnologia (INT/MCTI), do Rio de Janeiro

O novo processo de credenciamento selecionou as seguintes instituições:

  • Centro de Energia Elétrica e Informática da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)
  • Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM)
  • Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi)
  • Fundação CPqD
  • Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe) da Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Instituto Senai de Inovação em Engenharia de Polímeros (ISI)
  • Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (Lactec)
  • Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA)
  • Laboratório de Metalurgia Física da Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Laboratório de Pesquisa em Refrigeração e Termofísica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Resultado de parceria dos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação (MEC) com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) visa fomentar projetos de inovação em processos e produtos que sejam desenvolvidos em parceria entre empresas e instituições de pesquisa tecnológica.

A Embrapii financia com recursos não reembolsáveis parte significativa destes projetos.

Para se habilitar ao credenciamento, as instituições tiveram que apresentar planos de ação e comprovar experiência no desenvolvimento de produtos e processos e na realização de projetos com recursos privados.

Os projetos que serão desenvolvidos pelas 13 instituições atingem R$ 1,78 bilhão. Desse total, R$ 449,6 milhões serão aportados pela Embrapii.






Outras notícias sobre:
  • Políticas de Ciência e Tecnologia
  • Inovação nas Empresas
  • Processos Industriais
  • Microeletrônica

Mais tópicos