Mecânica

Motor a jato feito por impressão 3D chega a 33.000 rpm

Turbina de avião feita por impressão 3D chega a 33.000 rpm
Os testes mostraram que a turbina fabricada por impressão 3D é capaz de atingir 33.000 rpm.[Imagem: GE Aviation]

Motor de avião impresso

Depois de começar como uma ferramenta para construir protótipos, a impressão 3D tornou-se fabricação aditiva, agora já presente inclusive na fabricação de peças para aviões.

No futuro, talvez seja possível até mesmo construir todo o motor a jato por impressão 3D.

Engenheiros da empresa GE demonstraram essa possibilidade construindo um pequeno motor a jato totalmente com peças fabricadas por impressão 3D.

O objetivo de longo prazo é cortar custos.

"Ao contrário dos métodos de fabricação tradicionais, que esculpem as peças a partir de um bloco de metal, a manufatura aditiva 'cresce' as peças diretamente a partir de um arquivo CAD usando camadas de um pó fino de metal e um feixe de elétrons ou laser. O resultado são peças complexas, totalmente densas, sem o desperdício, fabricadas em uma fração do tempo que seria necessário utilizando outros métodos," explicou a empresa em nota.

Esta técnica de impressão 3D de peças metálicas é conhecida como Fusão Metálica Direta a Laser, ou DMLM (Direct Metal Laser Melting).

O motor a jato impresso é uma versão maior das turbinas usadas em aeromodelos, mas a empresa afirma que começará a fabricar peças para seus motores aeronáuticos reais por impressão 3D ainda neste ano.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas