Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Espaço

NASA quer sua ajuda para projetar robô que irá explorar Vênus

Redação do Site Inovação Tecnológica - 09/03/2020

NASA faz concurso para projetar um robô para explorar Vênus
O robô que irá explorar Vênus será um aerocarro.
[Imagem: NASA/JPL-Caltech]

Concurso para robôs de Vênus

O Laboratório de Propulsão a Jato da NASA lançou um desafio público para desenvolver um sensor de prevenção de obstáculos para um futuro veículo robótico espacial, que deverá explorar o planeta Vênus.

O desafio "Explorando o inferno: evitando obstáculos em um rover automático" pretende identificar o melhor projeto do público para um sensor que possa ser incorporado ao robô.

Por que a NASA está pedindo ajuda? Por que nenhum sensor conhecido consegue operar nas condições extremas de Vênus, ainda que a própria NASA trabalhe há alguns anos com uma eletrônica capaz de funcionar em Vênus.

Embora várias missões tenham visitado o planeta, apenas cerca de uma dúzia fez contato com a superfície de Vênus antes de sucumbir rapidamente ao calor e pressão opressivos.

A última sonda a tocar a superfície do planeta, a soviética Vega 2, que pousou lá em 1985, registrou uma temperatura de superfície de 463 ºC e uma pressão 91 vezes maior do que a pressão atmosférica da Terra - a propósito, o módulo de pouso da Vega 2 funcionou por apenas 56 minutos.

NASA faz concurso para projetar um robô para explorar Vênus
Não é só desviar de obstáculos na horizontal - o sensor terá que lidar também com subidas e descidas.
[Imagem: NASA/JPL-Caltech]

Sensor sem eletrônica

Impulsionado pelo vento, o conceito AREE (sigla em inglês para "rover automatizado para ambientes extremos") pretende passar meses, não minutos, explorando a paisagem de Vênus e coletando dados científicos de uma grande área.

Conforme o veículo roda pelo planeta, ele deverá detectar obstáculos em seu caminho, como rochas, fendas e terrenos íngremes. É por isso que um sensor de navegação é tão importante.

A dificuldade está em projetar um sensor que não dependa de sistemas eletrônicos - a eletrônica de ponta atual deixa de funcionar a pouco mais de 120 °C, o que significa que ela sucumbirá facilmente ao ambiente extremo de Vênus.

É por isso que a NASA está se voltando para a comunidade global de inovadores e inventores em busca de uma solução.

"Esta é uma oportunidade emocionante para o público projetar um componente que pode um dia acabar em outro corpo celeste," disse Ryon Stewart, coordenador do desafio. "A NASA reconhece que boas ideias podem vir de qualquer lugar e que as competições de prêmios são uma ótima maneira de envolver o interesse e a criatividade do público e tornar a exploração espacial possível para todos".

Os participantes terão a oportunidade de ganhar um prêmio de primeiro lugar de US$ 15.000. O segundo lugar levará $10.000 e o terceiro lugar US$ 5.000.

O desafio está sendo executado na plataforma de fundos coletivos heroX. As inscrições serão aceitas até 29 de Maio de 2020, no endereço https://www.herox.com/VenusRover.







Outras notícias sobre:
  • Robôs Espaciais
  • Sensores
  • Exploração Espacial
  • Internet das Coisas

Mais tópicos