Energia

Revestimento fotovoltaico dobra de eficiência

Redação do Site Inovação Tecnológica - 09/09/2013

Revestimento fotovoltaico dobra de eficiência
O revestimento pode ser fabricado para ser transparente ou em tons que vão do cinza ao verde, o que pode ajudar no efeito decorativo. [Imagem: UCLA]

Revestimento solar de alta eficiência

No ano passado, pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, desenvolveram uma célula solar transparente que pode ser colocada sobre janelas, tetos solares, telas de smartphones e outras superfícies para coletar a energia do Sol.

Agora, a mesma equipe conseguiu dobrar a eficiência desse revestimento fotovoltaico.

O novo dispositivo é composto de duas células solares plásticas - feitas de material orgânico - que se juntam para captar a luz solar e convertê-la em eletricidade.

A célula solar dupla é mais eficiente do que a versão anterior porque as duas células absorvem mais luz do que as células solares de camada única, aproveitando a luz de uma porção mais larga do espectro solar.

Além disso, ela incorpora uma camada de materiais entre as duas células para reduzir a perda de energia.

Enquanto o revestimento fotovoltaico original convertia cerca de 4% da energia do Sol em energia elétrica (a sua taxa de conversão), a nova célula solar dupla atinge uma taxa de conversão de 7,3%.

Segundo os pesquisadores, mesmo utilizando uma combinação de células transparentes e semitransparentes, o revestimento, além de quase dobrar de eficiência, não perde nada em sua função original.

Outra vantagem é que ele pode ser processado para ser transparente ou em tons que vão do cinza ao verde, o que pode ajudar no efeito decorativo.

Bibliografia:

High-performance semi-transparent polymer solar cells possessing tandem structures
Chun-Chao Chen, Letian Dou, Jing Gao, Wei-Hsuan Chang, Gang Li, Yang Yang
Energy & Environmental Science
Vol.: 6, 2714-2720
DOI: 10.1039/C3EE40860D




Outras notícias sobre:

    Mais Temas