Plantão

Tesla promete revolução com baterias para residências

Tesla promete
Cada bateria pesa 100 kg e mede 1,31 metro de altura por 86 cm de largura e 18 cm de profundidade - na ilustração, as medidas estão indicadas em polegadas. [Imagem: Tescla Motors/Divulgação]

Backup de energia

A fabricante de carros elétricos Tesla Motors anunciou o lançamento de uma bateria de íons de lítio para uso residencial.

O produto, batizado de Powerwall, é voltado para o armazenamento da energia produzida por fontes renováveis, que sofrem problemas de descontinuidade.

"Powerwall é uma bateria doméstica que recarrega com a eletricidade gerada por painéis solares ou quando as tarifas das concessionárias são mais baixas, e abastece sua casa à noite," disse a empresa em nota.

"Ela também protege sua casa contra quedas de energia, proporcionando um sistema de backup para o suprimento de eletricidade," continua a empresa, destacando que a bateria é automatizada, compacta e simples de instalar.

Bateria residencial

A ideia parece boa, mas os interessados terão que arcar com o preço elevado: US$3.000 (cerca de R$9.000) para a versão de 7 kWh e US$3.500 (R$10.500) para a versão de 10 kWh.

As baterias podem fornecer 2 kW de potência contínua, o que seria suficiente para manter o freezer funcionando na falta de energia por algumas horas, dependendo da versão da bateria, ou alimentar computadores e outros aparelhos de menor consumo por tempos maiores.

Cada bateria pesa 100 kg e mede 1,31 metro de altura por 86 cm de largura e 18 cm de profundidade.

A tensão de armazenamento é de 350 a 400 volts, o que significa que, além do custo da bateria, será necessário investir em equipamentos de ajuste de tensão para que a energia possa ser usada em aparelhos domésticos.

Baterias líquidas

A aposta da empresa em um anúncio desse tipo é alta e, apesar do elevado índice daquilo que os especialistas chamam de "propaganda gratuita" - o apelo de mídia que as "novas tecnologias" sempre atraem - é difícil prever a "revolução" anunciada pela empresa - sobretudo porque não há uma nova tecnologia de baterias envolvida, mas apenas a "velha e boa" bateria de íons de lítio em um novo pacote.

Poucos consideram que a tecnologia de íons de lítio seja a resposta para o armazenamento da energia gerada pelas fontes renováveis de energia, marcadas pela intermitência - a energia solar só produz durante o dia, e a energia eólica depende do temperamento dos ventos.

Entre as principais tendências para o armazenamento de energia em grandes volumes estão as baterias líquidas, ou baterias de fluxo.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas