Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Energia

Sonofusão produz fusão nuclear sem fonte externa de nêutrons

Redação do Site Inovação Tecnológica - 31/01/2006


Atenção

O experimento científico no qual se baseia esta notícia está sendo contestado por outros cientistas e está sob investigação da Universidade de Purdue.

Cientistas russos e norte-americanos, trabalhando conjuntamente, utilizaram ondas sonoras para induzir a fusão nuclear, sem a necessidade de uma fonte externa de nêutrons. Os resultados resolvem talvez a mais importante ressalva ao trabalho original da equipe, que sugeria que a "sonofusão" - fusão nuclear gerada por ondas sonoras - seria uma forma eficiente de se gerar nêutrons para uma grande variedade de aplicações.

Bombardeando uma mistura especial de acetona e benzeno com ondas sonoras oscilantes, os pesquisadores fizeram com que bolhas no interior do líquido se expandissem e, a seguir, estourassem violentamente. A técnica - a nanofusão - produz uma onda de choque que tem, segundo eles, o potencial para fundir núcleos atômicos.

O sinal de que a fusão ocorre é a produção de nêutrons. Os experimentos anteriores foram criticados porque os pesquisadores utilizaram uma fonte externa de nêutrons para produzir as bolhas, o que levou outros cientistas a argumentar que os nêutrons detectados poderiam ter sido emitidos por esta fonte externa.

"Para resolver a preocupação sobre o uso de uma fonte externa de nêutrons, nós descobrimos uma forma diferente de fazer o experimento," explica Richard T. Lahey Jr., um dos autores do novo artigo, que foi publicado na revista Physical Review Letters. Na nova experiência, os pesquisadores dissolveram urânio natural no solução, criando as bolhas por meio do decaimento radioativo.

A experiência foi feita especificamente para resolver uma questão científica, e não para tentar construir um equipamento que fosse capaz de produzir energia, alerta Robert Block, outro pesquisador da equipe.

No atual estágio, o equipamento consome muito mais energia do que consegue produzir. Mesmo assim, ele poderá se transformar em uma alternativa interessante, barata e portátil para a geração de nêutrons, com aplicações, por exemplo, em imageamento médico e sensoriamento.







Outras notícias sobre:
  • Geração de Energia
  • Fontes Alternativas de Energia
  • Energia Solar
  • Raios Laser

Mais tópicos