Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Espaço

Sonda espacial Novos Horizontes irá explorar Plutão e sua lua Charon

Redação do Site Inovação Tecnológica - 16/02/2005

Sonda espacial Novos Horizontes irá explorar Plutão e sua lua Charon
Concepção artística da sonda Novos Horizontes se aproximando de Plutão e suas luas.
[Imagem: JHUAPL/SwRI]

Horizontes distantes

Às vésperas da comemoração dos 75 anos da descoberta de Plutão, a NASA começa a montar a primeira sonda espacial construída para estudar o menor planeta do nosso sistema solar e também o mais distante do Sol.

Pelo menos na maior parte do tempo, já que sua órbita elíptica o faz periodicamente ficar mais próximo do que Netuno.

Batizada de "New Horizons" (Novos Horizontes), a sonda deverá ser lançada em janeiro de 2006. Todos os seus instrumentos científicos já estão prontos e agora começaram a ser montados. Depois da montagem, a sonda ainda passará por uma etapa de testes antes de ser colocada no foguete que a levará aos confins do nosso sistema solar.

Plutão-Charon

Para muitos cientistas, Plutão deveria ser chamado de Plutão-Charon. Charon é o nome de sua lua, mas ela é tão grande em relação ao planeta, que esses cientistas preferem o termo "planeta-duplo".

Inicialmente acreditava-se que Plutão era muito maior, mas, à medida que os instrumentos científicos foram aprimorados, descobriu-se que a imagem captada era na verdade da dupla planeta-lua.

Plutão é parte de uma região chamada Cinturão Kuiper, uma espécie de anel que circunda nosso sistema solar, composto por uma infinidade de corpos celestes de tamanho nada desprezível. São blocos de rocha gigantescos, na verdade pedras enormes no sapato dos astrônomos, já que é difícil explicá-los na teoria atual de formação dos planetas.

Por essa teoria, só os corpos mais próximos ao Sol deveriam ser sólidos, com os planetas mais distantes apresentando uma densidade menor.

Planetas anões gelados

Seguindo a teoria, os cientistas dividem os planetas em dois grandes grupos, os terrestres (Mercúrio, Vênus, Terra e Marte) e os gasosos (Júpiter, Saturno, Urano e Netuno).

Tiveram então que criar uma terceira categoria só para Plutão-Charon: os anões gelados. Eles têm superfícies sólidas, mas com a maior parte sendo formada por gelo de elementos que são gases aqui na Terra: dióxido de carbono, nitrogênio e metano.

Justamente por ser tão pequeno e ficar tão distante, Plutão-Charon é o único dos nossos planetas vizinhos que ainda não foi visitado por uma sonda espacial.

Manobra radical

Se tudo correr bem e a New Horizons for lançada no início do próximo ano, ela deverá passar por Júpiter em Março de 2007, para efetuar uma manobra semelhante à feita pela nave do filme 2010, uma seqüência do famoso 2001: Uma Odisséia no Espaço. A passagem por Júpiter dará à sonda uma aceleração final, para que ela chegue a Plutão em Julho de 2015.

Num recente relatório preparado pela Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, uma missão ao Cinturão Kuiper, aí incluídos Plutão e Charon, foi colocada como prioridade científica número um para a exploração espacial nos próximos dez anos.







Outras notícias sobre:
  • Sondas Espaciais
  • Corpos Celestes
  • Exploração Espacial
  • Telescópios

Mais tópicos