Nanotecnologia

Programa Nacional de Nanotecnologia

Programa Nacional de Nanotecnologia

A definição da política nacional de investimento em Nanotecnologia para os próximos quatro anos é um dos objetivos do grupo de trabalho criado pelo ministério da Ciência e tecnologia. O grupo iniciou seus trabalhos ontem. Para o coordenador do grupo e secretário de Políticas e Programas em ciência e tecnologia, Gilberto Sá, " esta é uma oportunidade única de montar um programa que tenha o impacto que o tema necessita". O secretário lembra ainda que esta época é oportuna, pois as sugestões do grupo deverão ser incorporadas ao PPA ( Plano Plurianual) do MCT.

Dentre os temas que serão discutidos pelo grupo estão a definição de proposta de um Programa Quadrienal de Nanotecnologia, com objetivos específicos, estratégias, metas e orçamento para os próximos quatro anos. O atual formato de pesquisa em redes em associação com laboratórios deverá ser mantido dada a alta produtividade da pesquisa brasileira na área.

Ano passado foram publicados 11 mil artigos em revistas indexadas e depositadas 20 patentes, além de 200 apresentações e palestras em conferências internacionais. Este número representa o dobro de artigos publicados do ano de 2001 e quatro vezes o número de patentes.

Atualmente, a pesquisa brasileira na área é desenvolvida por redes descentralizadas de pesquisa e por três Institutos do Milênio: o de Nanotecnologia, o de Microeletrônica e o de Materiais Complexos. As redes de pesquisa foram criadas pelo CNPq, em 2001, reúnem 300 doutores e 500 estudantes de pós-graduação.

Conectados em rede com laboratórios, pesquisadores de empresas e universidades de pesquisa de todo o país, as quatro redes atuam nas áreas de Materias nanoestruturados; interfaces e nanotecnologia molecular; nanobiotecnologia e nanodispositivos semicondutores.

A próxima reunião está marcada para sexta-feira, 30, quando serão definidos os objetivos específicos e estratégias necessárias à implantação do plano. As definições farão parte do documento que será entregue ao ministro e que poderá fazer parte do Plano Plurianual.







Outras notícias sobre:

    Mais Temas