Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Materiais Avançados

Cientistas descobrem nova forma de fixar nitrogênio

Redação do Site Inovação Tecnológica - 15/07/2005

Cientistas descobrem nova forma de fixar nitrogênio

Fixação de nitrogênio

O segredo da vida orgânica como a conhecemos está em uma reação bem simples: a fixação do nitrogênio. Se o homem pudesse capturar diretamente o nitrogênio da natureza, ele simplesmente não precisaria mais se alimentar.

Mas há interesses bem mais realistas e imediatos nessa reação. Por exemplo, a indústria pode fabricar a amônia diretamente do nitrogênio, criando fertilizantes. E os fertilizantes fazem crescer as plantas, que estão na base de nossa cadeia alimentar. E fertilizantes rendem bilhões de dólares todos os anos.

Agora, cientistas da Universidade do Oregon, Estados Unidos, conseguiram, pela primeira vez, fabricar amônia a partir do nitrogênio, em temperatura ambiente, sob pressão atmosférica normal. Este é o primeiro passo rumo a um dos "cálices sagrados" da química.

O professor David Tyler e seus alunos John Gilbertson e Nate Szymczak, publicaram sua descoberta no último exemplar do Jornal da Sociedade Americana de Química.

Haber-Bosch

O processo utiliza um composto simples de ferro e hidrogênio como fonte de elétrons na reação de fixação do nitrogênio. Embora tenham trabalhado em soluções de éter, todos os passos do processos, exceto um, já se mostraram viáveis em água.

A indústria hoje produz a amônia utilizando o processo Haber-Bosch, criado há mais de um século, que combina o nitrogênio do ar com o hidrogênio, sob pressões e temperaturas extremamente altas - veja Cientistas descobrem novo processo para a produção de amônia.

"Pela primeira vez, nós fomos capazes de utilizar hidrogênio como fonte de elétrons na fixação de nitrogênio em laboratório," afirma Tyler. "Até agora as pessoas tinham que usar outras fontes de elétrons que não são relevantes para o processo Haber-Bosch. O único outro caso no qual o hidrogênio foi utilizado com sucesso exige altas temperaturas e materiais exóticos."

Para completar a descoberta, os cientistas agora pretendem encontrar uma forma de completar o último passo do processo em água, criando finalmente um substituto para o antigo e caro método hoje utilizado.



Outras notícias sobre:
  • Processos Industriais
  • Catalisadores
  • Indústria Química
  • Baterias

Mais tópicos