Materiais Avançados

Cientistas criam moléculas de luz

Redação do Site Inovação Tecnológica - 14/10/2005

Cientistas criam moléculas de luz
As moléculas de luz foram construídas de sólitons, pulsos de energia que não se dissipam nem perdem facilmente seu formato, como a maioria dos outros tipos de pulsos. [Imagem: Stratmann et al.]

Moléculas de sólitons

Pesquisadores da Universidade de Rostok, na Alemanha, conseguiram construir as primeiras moléculas de luz sintetizadas pelo homem.

As possibilidades de uso dessas moléculas luminosas extrapolam até mesmo os devaneios da ficção científica. Mas dá para citar o aumento da transferência de dados em sistemas de fibras ópticas como um exemplo prático mais imediato.

As moléculas de luz foram construídas de sólitons, pulsos de energia que não se dissipam nem perdem facilmente seu formato, como a maioria dos outros tipos de pulsos. Sólitons são úteis para a transmissão de informações porque permitem que os sinais viajem a longas distâncias sem se degradar.

Moléculas de luz

A molécula de luz é formada por três sólitons, um no estado escuro e dois no estado brilhante. Isto dá à molécula a fórmula H-D-H, onde H representa sólitons brilhantes e D representa sólitons escuros. O sóliton escuro age como uma "cola", mantendo o grupo coeso.

Os sólitons são ondas, mas têm características similares às partículas materiais, como os elétrons ou as bolas de futebol, por exemplo. Os pesquisadores afirmaram que esta é a primeira vez que alguém consegue juntar sólitons para formar estruturas parecidas com moléculas.

Código trinário

Sistemas de fibras ópticas transmitem informações enviando sinais de luz através das fibras numa combinação de zeros (escuro) e uns (luz). A taxa de transferência de dados para codificação binária está rapidamente se aproximando de seus limites fundamentais.

Mas esses limites poderão ser ultrapassados caso se consiga transmitir a informação por meio de zeros, uns e ... dois. O dois poderia ser representado justamente pelas moléculas de luz que os cientistas criaram.

M. Stratmann, T. Pagel e F. Mitschke, autores do artigo publicado na revista Physical Review Letters, propõem que a utilização das moléculas de sólitons como o "dois" na codificação da informação poderá fazer com que a tecnologia das telecomunicações chegue a uma nova geração sem a necessidade de se fazer atualizações na infraestrutura já instalada.

Os cientistas também acreditam que as moléculas de luz poderão permitir a representação de grandes números com moléculas formadas por grupos mais complexos de sólitons.

Bibliografia:

Experimental Observation of Temporal Soliton Molecules
M. Stratmann, T. Pagel, F. Mitschke
Physical Review Letters
September 2005
Vol.: 95, 143902
DOI: 10.1103/PhysRevLett.95.143902




Outras notícias sobre:

    Mais Temas