Mecânica

Novo equipamento robótico de corte a laser corta em 3D

Novo equipamento robótico de corte a laser corta em 3D

Cortar chapas de aço de grandes espessuras é um processo básico em vários setores da indústria. Tecnologias de corte por laser deveriam, em tese, ter vantagens significativas sobre os processos tradicionais de corte, incluindo a velocidade de corte, a inexistência de desgaste em ferramentas e a redução da transferência de energia para a peça de metal sendo cortada. Embora os equipamentos de corte a laser estejam disponíveis no mercado há mais de uma década, sua utilização ainda não se disseminou como seria de se esperar.

O problema principal reside na extrema sensibilidade do processo a perturbações externas e na dificuldade do controle e ajuste das variáveis do processo de corte. Isto torna difícil prever e modelar a trajetória da rota que o feixe de laser deverá seguir. Mesmo pequenas alterações químicas na composição do aço podem travar o procedimento, exigindo que o equipamento seja continuamente monitorado por operadores.

Para resolver esses problemas, três indústrias européias se juntaram para desenvolver um novo sistema de corte a laser que fosse totalmente automatizado e capaz de cortar continuamente. O resultado é um sistema robótico capaz de efetuar cortes em chapas de até 20 mm em 2D e 3D. Uma inovação chave no processo é a possibilidade da simulação prévia do corte, garantindo precisão e evitando paradas na produção. Quando da execução do corte propriamente dito, sensores monitoram continuamente a operação, evitando paradas e corrigindo qualquer anomalia.

O novo equipamento está em fase final de ajustes, contando já com alguns protótipos em operação. Ele deverá chegar ao mercado até o final de 2.004, produzido pela empresa italiana Prima Industrie.





Outras notícias sobre:

Mais Temas