Mecânica

Padrão STEP troca arquivos entre programas gráficos de desenho

Padrão STEP troca arquivos entre programas gráficos de desenho

Programas gráficos de desenho já substituíram os antigos projetos em papel na quase totalidade da indústria. O problema é que as empresas participantes de uma mesma cadeia produtiva nem sempre utilizam os mesmos programas, tornando difícil o intercâmbio de informações. Para resolver esse problema surgiu o STEP: "Standard for the Exchange of Product Data" ou padrão para intercâmbio de dados de produtos.

O STEP é um formato universal de dados que permite que os parceiros industriais, utilizando diferentes programas proprietários de desenho, consigam trocar informações e especificações de engenharia.

Agora o laboratório de pesquisas National Institute of Standards and Technology, dos Estados Unidos, e o consórcio internacional PDES, anunciaram a criação de um novo padrão STEP que deverá permitir que os engenheiros do futuro entendam os projetos gráficos tridimensionais complicadíssimos feitos hoje.

O novo padrão permite descrições mais sofisticadas de processos e projetos proprietários. Isto deverá eliminar a necessidade de se consultar uma grande variedade de programas. A informação descritiva adicional, cobrindo projetos mecânicos tridimensionais e montagens, também deverá ajudar os engenheiros a duplicar ou consertar equipamentos tão complexos quanto aviões e navios, mesmo depois que o programa no qual foram feitos seus projetos deixar de ser produzido ou tiver atingido versões que se tornem incompatíveis com o formato do arquivo original.

O novo padrão, chamado APE203 Edição 2, contempla os últimos avanços no projeto de produtos e peças. Ele pode ser utilizado para expressar simulações 3-D complexas de peças e estruturas, incluindo características técnicas, tolerâncias e cores. Isto é importante, por exemplo, na hidráulica ou na mecânica, onde cada cor denota tipos específicos de sistema.

A ISO - International Organization for Standardization deverá publicar o novo padrão ainda neste mês, para distribuição entre os fabricantes de software.





Outras notícias sobre:

Mais Temas