Plantão

Nature vai revelar ganhos financeiros dos autores com trabalhos publicados

A partir do dia 1º de Outubro, a renomada revista de ciências inglesa Nature vai exigir que os autores que submeterem trabalhos para serem publicados, revelem se tiveram ou não ganhos financeiros de qualquer espécie com o trabalho. Segundo o editor da revista, Philip Campbell, a medida visa garantir a confiança dos leitores nos artigos publicados.

Essa medida já está sendo largamente adotada no mercado editorial. Sendo uma das mais renomadas revistas de divulgação de pesquisas científicas, a atitude da Nature deverá guiar as demais publicações no mesmo sentido.

Sendo Campbell, os ganhos que deverão ser revelados pelos cientistas são "aqueles de natureza financeira que possam questionar a objetividade, integridade ou valor percebido de um texto publicado". Foram citados exemplos como patentes, comissões de consultoria pagas por empresas que possam ter interesses na publicação e propriedade de ações de companhias que possam oferecer ganhos a partir da publicação dos trabalhos. Embora não cite explicitamente cifras mínimas, a revista se refere, dirigindo-se aos cientistas, a valores "que possam embaraçá-lo se vierem a público após a publicação do trabalho".

Ainda segundo a revista, os valores revelados não serão de nenhuma forma utilizados para decidir se uma pesquisa será ou não publicada. Caso o autor se recuse a revelar os fatos, o artigo ainda poderá ser publicado, juntamente com uma nota sobre a recusa do autor.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas