Plantão

MCT investe em substituição de importações

O Ministério da Ciência e Tecnologia, por meio do programa Rede Brasil de Tecnologia, lançou editais no valor total de R$ 6,25 milhões para as áreas de Petróleo, Gás e Energias Renováveis. O objetivo destes editais é estimular a substituição competitiva de importações de equipamentos utilizados nestas áreas, através de projetos de pesquisa que serão desenvolvidos por universidades e empresas nacionais.

O Ministro Sérgio Amaral destaca que "a concepção destes editais é inovadora, pois define como obrigatória a parceria universidade/empresa e determina o desenvolvimento de equipamentos em condições comerciais competitivas". O ministro destaca, ainda, que isto acarretará a geração de empregos no país, minimização da dependência tecnológica e redução do envio de divisas para o exterior.

O edital para a área de Petróleo e Gás Natural define a aplicação de R$ 3 milhões no desenvolvimento de produtos que atualmente são importados pela Petrobras, como cabos de polipropileno de alta tenacidade (usados na sustentação de plataformas), controladores lógicos programáveis (sistema eletrônico utilizado no controle remoto de equipamentos) e medidores de vazão para gás natural. O R$ 1 milhão restante será aplicado em projetos apresentados espontaneamente e que sejam considerados importantes pela estatal.

Segundo o ministro Roberto Amaral, no caso do setor de petróleo e gás, dados do Instituto Nacional de Tecnologia indicam que há um potencial de importações a serem substituídas que atinge US$ 1 bilhão por ano, do total de US$ 3,2 bilhões de importações do setor.

No edital para a área de energias alternativas serão investidos R$ 2,25 milhões. Destes, R$ 1 milhão será investido no desenvolvimento de componentes necessários à utilização da energia solar fotovoltaica - (geração de energia elétrica a partir de raios solares) conversores e baterias - e R$ 1,25 milhão para o desenvolvimento de geradores eólicos (que geram energia elétrica a partir dos ventos) com potência de até 50 kW.

O cronograma dos editais prevê:

  • Lançamento da Chamada Pública - 07/10/2003
  • Disponibilização do Formulário (FAP) - 10/10/2003
  • Data final para apresentação das propostas - 07/11/2003
  • Divulgação dos resultados Até - 21/11/2003
  • Contratação dos projetos A partir de - 01/12/2003


Edital





Outras notícias sobre:

    Mais Temas