Plantão

BNDES lança Fundo Tecnológico para investimentos em áreas promissoras

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou a criação do Fundo Tecnológico (Funtec), com recursos não reembolsáveis, destinado a investir as áreas consideradas de fronteira tecnológica. O Funtec apoiará projetos nas seguintes áreas:

  • energia renovável proveniente da biomassa, sobretudo etanol;
  • softwares, semicondutores e soluções biotecnológicas voltados para o equacionamento de problemas associados ao desenvolvimento da agropecuária brasileira; e
  • medicamentos e insumos para doenças negligenciadas e fármacos obtidos por biotecnologia avançada.

O principal objetivo do Funtec é o de buscar soluções de grandes problemas tecnológicos para potenciar frentes estratégicas e remover entraves ao desenvolvimento econômico-social brasileiro. Com patrimônio de R$ 153 milhões, o novo fundo terá como beneficiários instituições tecnológicas e de apoio ao desenvolvimento tecnológico, com a participação de empresas. As três linhas descritas acima deverão absorver 70% dos recursos disponíveis no Funtec e os recursos virão do lucro do Banco.

Com isso, o BNDES completa o último vértice do tripé de sua estratégia de apoio à inovação. As duas outras frentes de atuação são o financiamento a empresas que apresentam projetos com processos considerados inovadores, onde a Bndespar faz aporte de capital, e duas novas linhas, criadas recentemente, uma de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, com taxa fixa de 6% e spread básico zero, e outra Inovação - Produção, com TJLP mais spread de até 1,8%, que constam das Novas Políticas Operacionais do BNDES. As linhas diferem do Funtec por financiar projetos em qualquer setor industrial, de serviços ou da área agropecuária, enquanto o novo Fundo atuará em áreas específicas.

Os programas apoiados pelo Funtec visarão cobrir lacunas e acelerar a busca de soluções para grandes problemas já detectados e reconhecidos por institutos de pesquisa e agentes econômicos. Além disso, a concentração de esforços, com foco bastante definido, permitirá ao BNDES ter presença marcante em áreas ou questões em que as empresas brasileiras possam vir a assumir papel de destaque ou mesmo liderar no plano mundial.

Por último, as soluções buscadas pelo Funtec devem conjugar esforços de Institutos de Pesquisas e empresas. O apoio financeiro do BNDES será prestado a instituições sem fins lucrativos voltadas para pesquisa e inovação. Os projetos apoiados deverão ter em vista a efetiva introdução de inovações no mercado. Atualmente, o BNDES tem em carteira projetos de longo prazo, que podem receber recursos do Funtec, no valor total de R$ 286 milhões.





Outras notícias sobre:

Mais Temas