Robótica

Robô-submarino pode atingir profundidades de 6,5 kms

Robô-submarino pode atingir profundidades de 6

Engenheiros e estudantes da Universidade do Havaí, Estados Unidos, começaram a testar o primeiro robô para explorações oceânicas a grandes profundidades.

Batizado de SAUVIM, uma sigla para "Semi-Autonomous Underwater Vehicle for Intervention Missions" (veículo submersível semi- autônomo para missões de intervenção), o novo robô poderá atingir profundidades de até 6,5 quilômetros.

O robô está sendo desenvolvido desde 1997, e já consumiu recursos da ordem de US$12 milhões. A versão que foi ao mar agora tem o tamanho de uma caminhonete, foi construída basicamente em alumínio e funciona a bateria.

O SAUVIM tem uma autonomia de apenas 8 horas, embora os pesquisadores afirmem que esse tempo subirá muito assim que ele tiver suas baterias substituídas por células a combustível.

Apesar da expressão "semi-autônomo" em seu nome, o SAUVIM trabalha autonomamente em 99% do tempo de sua missão. O 1% restante, segundo os engenheiros, é mantido por um link de comunicação por rádio, mas apenas por questões de segurança, para que o robô possa ser recuperado em caso de algum defeito.

O objetivo primário do SAUVIM é o trabalho em plataformas de petróleo e na manutenção de cabos e dutos submarinos.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas