Robótica

Robô assistente deverá fazer tarefas do dia-a-dia

Redação do Site Inovação Tecnológica - 17/11/2006

Robô assistente deverá fazer tarefas do dia-a-dia

Embora as últimas novidades em robótica têm impressionado muito, o maior sucesso entre os robôs práticos, chamados de assistentes domésticos, ainda está por conta dos aspiradores de pó, capazes de limpar cômodos inteiros de forma totalmente autônoma. Mas os consumidores querem muito mais.

É justamente o que está tentando fazer uma equipe de pesquisadores da Universidade de Stanford, Estados Unidos. Seu objetivo é criar um robô multitarefa e versátil, capaz de detectar objetos que ele nunca tenha visto e que descubra sozinho a melhor maneira de manipular esses objetos desconhecidos.

Robô assistente

O novo robô deverá ser capaz de fazer tarefas do dia-a-dia, como colocar e retirar louças de uma lavadora de pratos, por exemplo. Um robô assim até hoje só foi visto em desenhos animados, como a Rosie, do seriado Os Jetsons.

"Na próxima década nós esperamos desenvolver a tecnologia que irá permitir colocar um robô em cada residência e em cada escritório," diz Andrew Ng, um dos membros da equipe, que conta com 10 professores e 30 estudantes.

Para começar a caminhar nesse sentido, os cientistas propuseram quatro desafios que o seu novo robô deverá vencer: limpar uma sala, atender a um comando verbal que lhe peça para trazer uma pessoa ou um objeto, apresentar um ambiente dinâmico para convidados e montar uma estante de madeira utilizando várias ferramentas.

Robôs independentes

O grande desafio certamente será dar independência ao robô. Embora o primeiro protótipo utilize um braço de um robô industrial, um robô verdadeiramente autônomo deverá ser capaz de efetuar tarefas para as quais ele nunca foi programado. Robôs industriais são capazes de fazer tarefas de forma precisa e em alta velocidade, mas apenas aquelas para as quais ele tenha sido cuidadosa e tediosamente programado.

No presente estágio, os pesquisadores já desenvolveram um algoritmo - um conjunto de regras utilizadas para se fazer programas de computador - que permite que seu robô identifique e capture objetos tão diferentes quanto uma caneta, um copo e um livro. O programa também permite que o robô identifique o melhor ponto do objeto para que ele seja pego.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas