Plantão

Instituto recebe recursos para desenvolver agricultura de precisão

Monitoramento agrícola

O Centro de Inovações CSEM Brasil, de Belo Horizonte (MG), vai receber R$ 12,9 milhões do BNDES.

Os recursos serão usados para desenvolver sistemas tecnológicos para monitoramento agrícola e aparelhar laboratório de pesquisa em nanotecnologia, microssistemas e sensores voltados para as indústrias automobilística, aeronáutica, de semicondutores, entre outras.

A operação, aprovada no âmbito do Fundo Tecnológico (Funtec), envolve ainda investimentos na absorção de tecnologia e capacitação de profissionais.

Agricultura de precisão

O sistema destinado à agricultura de precisão, a ser desenvolvido pela CSEM Brasil, permitirá a integração de sensores, agregados a uma rede sem fio de transmissão de dados, distribuídos ao longo da área a ser monitorada.

Serão possíveis leituras precisas e automatizadas do comportamento de todos os aspectos físicos do campo e da lavoura, fornecendo dados consolidados da cultura.

O sistema proporcionará a redução dos custos de produção e aumento da produtividade da terra, reduzindo também o impacto ambiental causado pelo uso excessivo de fertilizantes e defensivos.

Entre os méritos do projeto, destacam-se o estímulo à pesquisa com a criação de infraestrutura moderna, a integração com as empresas do conhecimento gerado nas universidades e nos centros de excelência, além da capacitação de profissionais e estudantes em novas tecnologias em segmentos estratégicos.

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Embrapa participam do projeto. A UFMG foi contratada para participar do design e do desenvolvimento de um sensor multifrequência para aferição de umidade. A Embrapa deverá ser contratada para participar da execução de testes e ensaios em campo.

Encapsulamento de chips

A tecnologia utilizada no projeto também permitirá o desenvolvimento, no Brasil, de soluções diferenciadas de encapsulamento de chips, além do desenvolvimento de sistemas híbridos, que possuem aplicação em diversas indústrias.

Constituído em 2006, o CSEM Brasil - pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos - resulta de negociações com o CSEM Suíça (Centre Suisse d'Eletronique et de Microtechnique). A partir da identificação de demandas de mercado, o CSEM Brasil atuará na transformação de micro e nano tecnologias em produtos e processos empresariais inovadores.

O CSEM Brasil tem como objetivo executar atividades de pesquisa científica e tecnológica aplicada e promover a interface entre o mercado e a comunidade científica, visando o desenvolvimento de tecnologias e produtos de alto valor agregado. O CSEM utiliza-se de laboratórios e equipamentos existentes nas universidades e centros de pesquisa de suas próprias instalações.





Outras notícias sobre:

    Mais Temas