Logotipo do Site Inovação Tecnológica





Materiais Avançados

Conheça os arquimates, materiais projetados para uso arquitetônico

Redação do Site Inovação Tecnológica - 07/07/2020

Conheça os arquimates, materiais projetados para uso arquitetônico
Blocos intertravados poderão substituir lajes pré-moldadas e paredes - é só montar e usar.
[Imagem: Universidade Monash]

Nascido para a arquitetura

Assim como existem os materiais engenheirados - o compensado é um engenheirado de madeira, por exemplo - agora começam a surgir os "materiais arquiteturados".

Eles atendem pelo apelido de arquimates - ou arquimatos - e consistem em materiais que podem ser totalmente sintéticos ou derivados de materiais naturais submetidos a um processamento industrial com vistas ao seu uso arquitetônico e estrutural.

Yuri Estrin e seus colegas da Universidade Monash, na Austrália, acabam de lançar sua versão de arquimate, uma estrutura que promete substituir com muitas vantagens as conhecidas lajes pré-moldadas e até paredes.

Na verdade, a proposta é construir casas, prédios e outras estruturas civis sem usar argamassa: os pavimentos são construídos rapidamente com blocos intertravados em forma de tetraedro feitos de diferentes materiais.

Os arquimates apresentaram maior resistência, alta tolerância a danos e bom isolamento térmico em comparação com outros materiais usados na construção civil, como o concreto. E o material é reciclável.

Conheça os arquimates, materiais projetados para uso arquitetônico
Ilustração do processo de extrusão por torção e rotação de parafusos para produzir arquimates com armadura em espiral.
[Imagem: Universidade Monash]

Materiais arquiteturados

A principal característica desses materiais inovadores é a sua arquitetura interna, com uma organização entrelaçada ou intertravada.

Como resultado, os arquimates têm um grau extra de liberdade, abrindo novas possibilidades arquitetônicas. Eles também são melhores absorvedores de energia e permitem que as construções sejam montadas e desmontadas.

Uma maneira de alcançar essas propriedades, especialmente em materiais metálicos, é por meio de um processo chamado "deformação plástica severa", uma técnica de trabalho em metal que resulta em uma estrutura nanocristalina, com grânulos ultrafinos.

"Assim, os arquimates oferecem materiais mais inteligentes, mais seguros e mais sustentáveis para uso em projetos industriais e de manufatura, com a indústria da construção sendo o maior beneficiário potencial desse conceito de design.

"Os arquimates também são adequados para a micromanufatura. Eles podem ser produzidos usando processos de fabricação de mesa ou de bancada, sem a necessidade de equipamentos pesados e grandes quantidades de material.

"Isso abre novas possibilidades para a indústria explorar o uso de arquimates para aplicação em manufatura inteligente, em particular no desenvolvimento de equipamentos para sistemas microeletromecânicos, microdispositivos e drones miniaturizados, além de materiais estruturais superiores para as indústrias automotiva e aeroespacial," disse o professor Estrin.

Bibliografia:

Artigo: Design of Architectured Materials Based on Mechanically Driven Structural and Compositional Patterning
Autores: Yuri Estrin, Yan Beygelzimer, Roman Kulagin
Revista: Advanced Engineering Materials
Vol.: 21, Issue 9
DOI: 10.1002/adem.201900487





Outras notícias sobre:
  • Construção Civil
  • Desenvolvimento Sustentável
  • Compósitos
  • Cerâmicas

Mais tópicos